Gêmeos são presos suspeitos de estuprar crianças durante dez anos em SP

Duas meninas e um menino teriam sido obrigados a manter relação sexual com os suspeitos, que são parentes das vítimas

Pelo menos três crianças podem ter sido vítimas de abuso sexual cometido por irmãos gêmeos durante um período de dez anos. Os suspeitos, de 29 anos, foram presos nesta terça-feira (15), em Guarujá, no Litoral de São Paulo. As investigações apontam que os menores foram estuprados até a adolescência. A prisão da dupla foi autorizada pela 5ª Vara da Justiça Federal em Santos.

Na fase inicial das investigações, foram apreendidos pela polícia celulares e computadores na casa dos possíveis autores do crime. Ainda havia vestígios de fotos com pornografia infantil, de acordo com informações do G1. Duas meninas e um menino teriam sido obrigados a manter relação sexual com os suspeitos, que são parentes das vítimas.

Graças aos depoimentos dos hoje adolescentes, a ordem de prisão foi sustentada e efetuada pela Polícia Federal. Na época, as crianças chegaram a ser obrigadas a assistir vídeos pornográficos. Os estupros foram cometidos quando os menores tinham idade entre 5 e 13 anos. “Verificamos que quando uma ficava mais velha, eles se voltavam para a mais jovem, de forma sucessiva”, explicou a delegada federal Cassiana Saad de Carvalho.

Os irmãos podem pegar mais de 30 anos de prisão por crimes cibernéticos transnacionais relacionados à pornografia infantil, por envolver a internet para eventual produção, armazenagem e compartilhamento de fotos e vídeos com conteúdo ilícito. Eles passaram por audiência de custódia nesta terça-feira e depois foram levados para o Centro de Detenção provisória.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here