Novo valor da tarifa do Transcol será divulgado nesta sexta-feira

O último reajuste aconteceu há cerca de um ano, quando o valor da tarifa passou a valer R$ 3,40

Os novos valores das tarifas para os ônibus dos sistemas Transcol e Seletivo serão divulgadas nesta sexta-feira (11) pela Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop) e pela Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros do Estado do Espírito Santo (Ceturb).

A pasta convocou uma coletiva para tratar do assunto, no final desta manhã. O último reajuste aconteceu há cerca de um ano, quando o valor da tarifa passou a valer R$ 3,40, para os dias úteis e sábados, e R$ 2,95 aos domingos.

Auditoria em dezembro

O motivo da mudança no valor da tarifa se deve ao resultado de uma auditoria do governo, que apontou a necessidade de um reequilíbrio econômico-financeiro dos contratos de concessão do sistema.

A auditoria apontou a necessidade de um reequilíbrio de 13,55% no custo por quilômetro a partir de 06 de janeiro de 2019, enquanto a auditoria realizada pelos empresários apontou 25,19%.

A principal causa para o desequilíbrio do contrato foi a queda da demanda de passageiros provocada pela crise econômica e o desemprego, tendo em vista que o trabalho é responsável por mais de 60% do volume de viagens no transporte coletivo. No período de 2015 a 2018, houve uma redução 25 milhões de passageiros transportados pelo Sistema Transcol.

Aumento pelo país

Em Belo Horizonte, a Justiça de Minas Gerais suspendeu, em decisão de caráter liminar, o aumento no preço da passagem de ônibus. A tarifa do transporte coletivo nas principais linhas na capital mineira iria de R$ 4,05 para R$ 4,50 e seria cobrado a partir deste domingo, segundo anunciou a prefeitura de Belo Horizonte. O reajuste também virou alvo do Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), que na última sexta-feira, 28, instaurou inquérito para investigar o aumento.

Em São Paulo, desde segunda-feira (07), as tarifas de ônibus da capital paulista sofreram reajuste e subiram para R$ 4,30. O aumento, de 7,5%, ficou acima da inflação acumulada desde o último aumento, em 7 de janeiro deste ano. Corrigida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a correção teria de ser para R$ 4,15, segundo as projeções de inflação consolidadas neste ano feitas pelo Banco Central, de 3,6%.

Fonte: Folha Vitória

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.