ABSURDO: PRESIDENTE DE PAÍS EUROPEU RECOMENDA VODCA PARA COMBATER CORONAVÍRUS

Nesse final de semana o campeonato nacional de futebol de Belarus, país europeu que fez parte da ex-União Soviética, completa sua segunda rodada. A frase soa estranha atualmente, mas enquanto o mundo se preserva e adota o regime de isolamento social para enfrentar o coronavírus, a bola segue rolando por lá como se não houvesse amanhã. Enquanto a Eurpa sofre com mortes, a nação de aproximadamente 10 milhões de pessoas segue alheia às recomendações da Organização Mundial da Saúde.

“É apenas mais uma psicose, que beneficiará algumas pessoas e prejudicará outras. O mundo civilizado está pirando. É uma completa estupidez fechar as fronteiras. O pânico pode nos machucar mais do que o vírus em si”, declarou o presidente Alexander Lukashenko.

A declaração é apenas mais uma que ajuda a compreender o perfil do homem que comanda a nação. Recentemente, Lukashenko, que assumiu o poder em 1994, disse que o melhor remédio para tratar a pandemia era beber uma boa dose de vodka diariamente. “Tomar uma sauna, beber muita vodca e trabalhar duro para matar o vírus no seu organismo”, pediu.

Vale lembrar que todas as competições esportivas estão paralisadas. Nessa semana, o Japão anunciou que as Olimpíadas de Tóquio só acontecerão em 2021, sem falar nas ligas europeias de futebol, que adotaram o compasso de espera em 54 dos 55 países filiados à Uefa, a entidade responsável por gerir e organizar competições no continente.

Enquanto isso, o FC Minsk ocupa a primeira colocação na tabela do campeonato de Belarus, sem nenhum motivo para comemorar.

Fonte: SBT
Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here