Aposentado realiza sonho e constrói carro clássico em madeira, no ES

Um aposentado de Marilândia, na região noroeste do Espírito Santo, realizou um sonho e transformou um fusca em um MP Lafer de madeira. Ele reproduziu peças da lataria e de acessórios do clássico. Para concluir o projeto, ele demorou um ano.

A ideia de fazer o carro partiu de um sonho de infância de Jacimar Luiz Pissimilho de ter um MP Lafer, a adaptação brasileira do clássico inglês MG TD produzida de 1974 a 1987. “Eu via esses carros passarem na rua e achava o máximo. Eu imaginava que nunca teria poder para ter um carro desses”, lembra.

MP Lafer, modelo 1977 — Foto: Flavio Moraes/G1MP Lafer, modelo 1977 — Foto: Flavio Moraes/G1

A paixão pelo modelo persistiu ao longo de toda a vida e agora, na aposentadoria, ele decidiu que faria o próprio MP. Para isso, ele usou as técnicas de marcenaria que já conhecia e reproduziu o modelo na madeira.

“O carro nunca saiu da minha cabeça e agora eu aposentei, pensei “eu vou fazer”. Acabei realizando meu sonho”, revela Jacimar Luiz Pissimilho ao ver o carro pronto.

Aposentado reproduz modelo de carro clássico em madeira, no ES — Foto: Wando Fagundes/ TV Gazeta

Construção

Para a construção do veículo, Jacimar tirou as medidas do carro de um amigo dele. O aposentado reproduziu cada parte do veículo em madeira de reflorestamento e, ao final, juntou as peças.

Aposentado do ES construiu peças de carro e depois juntou — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

“O mais difícil foi o para-lamas, por causa da curva. Isso foi muito demorado. O capô também foi muito difícil, porque ele é despontado e caído”, contou o aposentado que gastou um ano entre a fabricação das partes e a montagem.

Aposentado também construiu detalhes do painel do carro, no ES — Foto: Wando Fagundes/ TV Gazeta

O carro anda. Para isso, ele aproveitou o chassi de um fusca. Tudo no carro funciona, desde os medidores do painel ao motor do veículo. Apesar disso, ele não tem permissão para andar com o veículo em vias públicas.

FONTE: G1 ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here