Avenida Niemeyer é fechada por determinação da Justiça

Uma das principais vias da Zona Sul, a Avenida Niemeyer foi fechada pouco depois das 15h desta terça-feira, por determinação judicial. A prefeitura informou que vai recorrer da decisão. Só moradores terão o acesso liberado, assim como hóspedes de hotéis da região.

Na noite da última segunda-feira, a 3ª Vara de Fazenda Pública concedeu parcialmente uma medida cautelar de urgência requerida pelo Ministério Público do Rio (MP), que solicitava a interdição da avenida. O MP também pediu a retirada dos moradores, mas não conseguiu.

A prefeitura foi notificada às 12h20 e, pela decisão, tinha que cumprir a medida no prazo de três horas. Caso descumprisse a medida, teria que pagar multa de R$ 120 mil por dia.

A CET-Rio e a Guarda Municipal reforçaram a operação nas principais vias da região, especialmente as que poderão ser diretamente impactadas, como a Rua Mário Ribeiro e a Avenida Borges de Medeiros.

Rotas alternativas

De acordo com a prefeitura, 36 mil veículos circulam diariamente pela Avenida Niemeyer e são esperados impactos na Gávea, Ipanema, Jardim Botânico, Lagoa, Leblon e São Conrado, além de reflexos na Barra da Tijuca, pela Avenida Armando Lombardi. A recomendação é que os motoristas optem por vias alternativas, como:

  • Alto da Boa Vista
  • Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá
  • Linha Amarela
  • Autoestrada Lagoa-Barra

A outra opção é utilizar o Metrô Rio. Até o momento, as linhas 1, 2 e 4 operam normalmente.

Agentes da CET-Rio instalaram uma placa na entrada da Avenida Niemeyer, no Leblon, informando a interdição da via. Só moradores terão o acesso liberado.

Agente orienta motoristas a retornarem em São Conrado após o bloqueio da Avenida Niemeyer

Agente orienta motoristas a retornarem em São Conrado após o bloqueio da Avenida Niemeyer Foto: Reprodução / Centro de Operações Rio

Na decisão, a juíza titular Mirela Erbisti afirma que “o fechamento incontinenti da Avenida Niemeyer é medida imperiosa até que sejam tomadas medidas capazes de garantir a segurança dos cidadãos que ali residem ou por ali transitam” e que “tragédia não tem data marcada para acontecer”.

Procurada, a Prefeitura do Rio de Janeiro afirmou que “ainda não foi notificada da decisão e que, logo que intimada, a Prefeitura irá recorrer da decisão, pois os laudos técnicos do Município corroboram a ausência de riscos na Avenida Niemeyer”. Até 7h30 desta terça-feira, a via não tinha sido interditada.

Fonte: Extra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here