Bandidos filmavam homicídios e divulgavam nas redes sociais no ES

Criminosos foram presos suspeitos de integrar uma organização criminosa que atuava no Espírito Santo, na Bahia e também em Minas Gerais

Criminosos foram presos suspeitos de integrar uma organização criminosa que atuava no Espírito Santo, na Bahia e também em Minas Gerais. De acordo com o titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra, delegado Rodrigo Sandi Mori, eles filmavam os assassinatos e divulgavam em redes sociais para intimidar rivais.

Os suspeitos são: Ismário Ferreira de Souza, 31 anos, Vanderson Marcos Gava Lenzi, 25, e Eliseu Silva dos Santos, 27, e Joerdeson Araújo dos Santos Martins, 22. Ainda segundo a polícia, eles teriam torturado as vítimas e atirado diversas vezes. No celular de um dos suspeitos teria sido encontrados um vídeo com 16 assassinatos.

O delegado explicou que três homens foram presos e o suposto mandante, Ismário, já estava na penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, Minas Gerais. Eles teriam saído de Itamaraju, Bahia, em março para cometer três homicídios na Serra. As vítimas também eram da cidade baiana.

O alvo era um suposto rival do tráfico de drogas. Os outros dois teriam sido mortos como “queima de arquivo”, porque apontaram o local onde a vítima estaria.

Ismário cumpre pena por homicídio e foi preso em Trindade, Goiás, quando teria tentado roubar um banco em 2012. Sandi Mori afirmou que ele teria colocado dinamite na cintura do gerente para tentar fugir.

Já os outros três foram detidos por força do mandado de prisão enquanto supostamente planejavam um roubo a uma loteria de São Joaquim de Bicas, Minas Gerais. Eles teriam sido flagradas com armas de fogo que teriam sido usadas nos crimes.

A organização seria especializada em homicídios, roubo a bancos e tráfico de drogas. A polícia afirma ainda que ela teria ligação com outras, incluindo o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Fonte: G 1 ES

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here