Bandidos usam reserva florestal para esconder drogas no interior do RJ

Segundo a PF, os bandidos utilizavam o Parque para não levantar suspeitas de suas ações criminais | Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal realizou na manhã desta 5ª feira (17.jun), uma grande operação de combate a crimes ambientais e tráfico de drogas, no interior da reserva ambiental federal da restinga de Jurubatiba, em Macaé, interior do estado do Rio de Janeiro.

A operação contou com o apoio de policiais militares. Quatro pessoas foram presas na ação, sendo dois deles menores de idade. Com os bandidos, a polícia apreendeu farta quantidade de drogas no interior do parque, sendo 3 mil pinos de cocaína e 356 papelotes de maconha. Todos os presos foram levados para a delegacia de Macaé.

O Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba engloba terras em Macaé e nos municípios de Carapebus e Quissamã. A região conta com 44 quilômetros de praias, além de 18 lagoas. O parque é abrigo para diversas espécies de fauna e flora brasileira que, em outras regiões do país, estão em extinção.

Segundo a Polícia Federal, os bandidos utilizavam o parque para não levantar suspeitas de suas ações criminais. A droga apreendida era vendida na região. A área vem sofrendo com invasões de traficantes de comunidades vizinhas. Operações como as desta 5ª visam coibir essa prática.

Ainda segundo a polícia, as ações na região serão permanentes. Bandidos usam a reserva na tentativa de evitar operações policiais. A região tem servido como entreposto de armazenamento de drogas e armas.O local é de difícil acesso e isso tem ajudado os criminosos a escaparem de cercos da polícia durante operações contra o crime.

Fonte: SBT

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here