Bolsonaro se reúne com Decotelli após inconsistências no currículo

O presidente Jair Bolsonaro recebeu, no fim da tarde desta segunda-feira (29/6), o ministro da Educação, Carlos Decotelli. O encontro ocorreu após o ministro ter dois títulos acadêmicos em universidades fora do Brasil desmentidos pelas instituições em que ele havia afirmado ter realizado os cursos. A posse de Decotelli, marcada para esta terça-feira (30/6), também foi adiada.

Segundo fontes palacianas, Bolsonaro quis ouvir do próprio Decotelli as explicações acerca do caso. Pelo tom da conversa, a investida ao cargo pode ter ido por água abaixo. O presidente já procura por novos nomes para o comando da pasta da educação. Bolsonaro também recebeu hoje no Palácio do Planalto o assessor especial do MEC, Sérgio Sant’Anna, aliado de Abraham Weintraub, também cotado ao cargo.

Em meio aos desencontros das últimas nomeações para a Educação, o MEC vive o acirramento entre a ala ideológica e os militares, que lutam para ver quem emplaca seu indicado.

Bolsonaro decidiu nomear Decotelli no último dia 26 e justificou a escolha, dizendo ter optado pela experiência dele: “Minha opção acabou sendo Decotelli pela idade, ter um currículo mais extenso. Mas também tantas virtudes quanto tem também o garoto Renato e entre os outros dois que se apresentaram como candidatos a ser ministro da Educação. Foi uma escolha muito difícil, pois todos os quatro tinham currículo excepcional. Boa sorte ao senhor Decotelli”, disse na data.

Fonte: Correio Braziliense

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here