Características gerais dos gatos

O gato tem um instinto de caça muito forte. Normalmente os gatos não comem suas “vítimas”, preferindo brincar com elas ou mostrar para os donos. Em se tratando da sua relação com os humanos, há dois tipos de gatos. O gato que podemos chamar de “manso”, que teve contato pessoas desde pequeno e aprendeu a interagir com a nossa espécie sem considerá-la uma ameaça. Eles gostam de estar perto de gente, subir no colo, receber longos carinhos. Outro tipo de gato é aquele que não se deixa aproximar de um ser humano sob nenhuma hipótese. Esses gatos, chamados “ariscos”, mantêm uma distância segura da nossa espécie, porque durante toda a sua infância ficaram isolados do nosso convívio. Os gatos “ariscos” muito raramente irão se acostumar com humanos, mesmo que ambos vivam sob o mesmo teto muitos anos.

Uma coisa típica de cachorro é obedecer. Uma coisa típica de gato é não obedecer. Simplesmente o gato não acha que tenha que fazer o que não está a fim e nem chega a ser “rebelde”, porque não percebe o que você quer. Você chama o gato para dentro de casa, por exemplo, e se ele estiver fazendo algo interessante, ele não vem. Mesmo assim, é possível induzir o gato a fazer o que você quer em determinada circunstância, mas não através de uma ordem.

Da mesma forma que os cachorros, os gatos também foram selecionados através de cruzamentos, o que provocou a existência de muitas raças de gatos. A constituição física deles varia bastante, por exemplo, o Maine Coon, é uma raça de gatos gigantes, que pesam pelo menos o dobro dos gatos “comuns”. Também há diferenças entre o formato de seus crânios. A diferença entre os cachorros e os gatos é tão grande que a comparação entre eles não parece muito útil, salvo quando alguém está procurando um animal de estimação e está na dúvida entre qual deles vai escolher. Nesses casos, a escolha certa é a que considera as características de cada espécie, procurando encontrar o animal que melhor se adapta às condições oferecidas pelo proprietário.

Veja alguns benefícios de se ter um gato

Os estudos comprovam que pessoas que têm animais de estimação tendem a apresentar e demonstrar menos estresse quando comparadas com aquelas que não têm animais. Além disso, possuir um gato pode satisfazer um desejo de alimentar e cuidar de um outro ser vivo. É importante lembrar também que os gatos são animais ótimos de convívio, sossegados, independentes, muito carinhosos e higiênicos.

Você sabe qual o tempo de vida normal dos gatos?

A grande maioria dos gatos vive em média 11 a 12 anos, porém, é importante ressaltar que isto é uma média, já que este tempo de vida está diretamente relacionado com o estilo de vida do animal. Um exemplo, seria a diferença do tempo de vida de um gato que mora dentro de casa, que pode chegar a viver até uns 18 anos (na média), e outro que mora na rua que normalmente chega aos 8 ano.
ESSE E GATO FREDERICO,MAS CONHECIDO COMO FREDD

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here