Chacina em Vila Velha: após crime, suspeito inventou sequestro para tentar enganar a polícia

O suspeito de assassinar cinco pessoas e deixar outras quatro feridas no bairro Darly Santos, em Vila Velha, agiu de forma planejada após a invasão de um terreno que ele afirmava ser dele. A informação divulgada pela polícia durante coletiva na manhã desta terça-feira (19).

No Departamento Médico Legal de Vitória, Saulo da Silva Abner, de 25 anos, ficou em silêncio. Mas de acordo a polícia, ele confessou ser o autor do crime que assustou os capixabas no último sábado (16).

Durante a coletiva, o delegado titular da DHPP Vila Velha, Tarik Halabi Souki, contou que ele foi preso com uma espingarda e afirmou que a motivação do crime seria uma disputa por um terreno na região.

O homem alegou que teve o lote invadido e resolveu se vingar quando viu as pessoas se divertindo no churrasco.

O delegado afirmou ainda que, após o crime, o suspeito deixou o local tranquilo, sem remorso. Inclusive, registrou um boletim de ocorrência online falso, dizendo que havia sido sequestrado por três homens, com a intenção de enganar a polícia.

Durante o depoimento, o suspeito disse que o local do churrasco era estreito e quando disparou, os alvos se mexeram. Por conta disso, outras pessoas acabaram atingidas. Uma delas é a professora de Inglês Elaine Cristina Machado, que ele conhecia.

Segundo a polícia, um dos alvos era o líder comunitário José Quirino, de 59 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu, além de outras duas pessoas que sobreviveram ao ataque.

Ele foi autuado por cinco homicídios e quatro tentativas de homicídio, além de porte de arma e falsa comunicação de crime, e encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.

Suspeito se escondeu no guarda-roupa

O suspeito de assassinar cinco pessoas e deixar outras três feridas no bairro Darly Santos, em Vila Velha, foi preso na segunda-feira (18).

De acordo com informações dos policiais que realizaram a prisão, o rapaz estava escondido dentro de um guarda-roupa de uma casa do bairro Primeiro de Maio, também em Vila Velha.

A polícia chegou até a residência por meio de denúncias anônimas. A prisão aconteceu em ação conjunta realizada pela Polícia Civil, Polícia Militar e Guarda Municipal de Vila Velha.

No final da tarde, o governador Renato Casagrande afirmou que os suspeitos terão punição rigorosa.

“Nossas forças policiais acabam de prender o autor do quíntuplo homicídio ocorrido em Vila Velha no último sábado. Resposta rápida e rigorosa para quem insiste em desafiar a lei e a ordem”, escreveu Casagrande.

Fonte: Folha Vitória

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here