Comissão do Senado pede afastamento imediato do presidente da Funai

A Comissão Temporária sobre a Criminalidade na Região Norte (CTENorte), do Senado, aprovou nesta 4ª feira (6.jul) requerimento do senador Fabiano Contarato (PT-ES) à Casa Civil para afastar imediatamente o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Augusto da Silva, do cargo.

O anúncio foi feito no Twitter pelo próprio parlamentar, que é vice-presidente do colegiado. “É URGENTE reverter os danos causados pela política omissiva dos dirigentes da Funai, que torna indígenas e ativistas em alvos de criminosos em Terras Indígenas. Dom e Bruno, brutalmente assassinados, são duas das numerosas vítimas de um modus operandi que conta com deliberada omissão estatal p/ desmatar e poluir biomas protegidos e constranger, aliciar e matar quem resiste e se opõe ao rastro destrutivo dessas atividades”, acrescentou.

Ainda de acordo com Contarato, a CTENorte aprovou requerimentos pedindo ao Itamaraty que adote medidas, junto com os governos da Colômbia e do Peru, para aumentar a segurança nas fronteiras na região do Vale do Javari, no Amazonas. Outros pedidos feitos pela comissão foram para reforço na segurança na área, tanto para indígenas como para servidores, e para o Ministério da Justiça e Segurança Pública aumentar o número de funcionários da Funais e enviar ao colegiado informações sobre os critérios técnicos das nomeações os colaboradores.

A CTENorte foi instituída para acompanhar o caso dos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips – mortos em 5 de junho. Também nesta 4ª feira, ela aprovou o relatório preliminar da visita feita a Atalaia do Norte e Tabatinga, cidades do extremo oeste do Amazonas, onde Bruno e Dom foram assassinados.

Fonte: SBT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here