De olho nas eleições, 2018 já começou para Paulo Hartung

De vereadores a ministro de Estado, passando por prefeitos e deputados, Hartung reuniu-se praticamente com toda a classe política do ES em menos de dez dias

O governador Paulo Hartung almoça com deputados estaduais da sua base, no Palácio Anchieta (18/12/2017)
O governador Paulo Hartung almoça com deputados estaduais da sua base, no Palácio Anchieta (18/12/2017) / Foto: Governo do Estado

O ano de 2018 já começou para Paulo Hartung (PMDB). É a conclusão indicada por cinco eventos políticos realizados pelo governador no Palácio Anchieta em um intervalo de menos de dez dias. Do último dia 12 até hoje (21), Hartung reuniu-se, nesta ordem, com os prefeitos do Espírito Santo, com os deputados estaduais que compõem sua base na Assembleia (duas vezes), com os integrantes da bancada capixaba no Congresso e até com os presidentes das Câmaras Municipais.

Oficialmente, o objetivo dos eventos foi promover uma confraternização e um balanço do ano diante dos convidados, além de anúncios relacionados à liberação de recursos. Mas a intensa agenda de encontros, agregando praticamente toda a classe política do Estado, revela que Hartung também está determinado a estreitar o relacionamento com os líderes políticos capixabas, nos municípios, na Assembleia e em Brasília.

Ou seja, ao se cercar de tanta gente para “passar a régua” em 2017, Hartung na certa também já está visando as eleições de 2018. Sobretudo porque as reuniões foram sempre acompanhadas de boas notícias para cada grupo de convidados, a começar pelos prefeitos.

Presente para os prefeitos

No último dia 12, Hartung foi o anfitrião de um almoço oferecido no Palácio Anchieta aos prefeitos dos 78 municípios capixabas. Sessenta e cinco deles compareceram. A recepção foi no Salão do Piano. Na ocasião, o governador deu aos prefeitos uma notícia que soou como música para os ouvidos deles. Assinou o projeto que concede um belo alívio fiscal para as prefeituras em dificuldades para fechar as contas, autorizando 67 municípios a usar parte dos repasses de royalties de petróleo para pagar dívidas normais de custeio da administração (luz, água, telefone, etc.).

Agradecimento aos deputados

Já na última segunda-feira, foi a vez de Hartung receber os integrantes de sua base parlamentar na Assembleia, para prestigiar os deputados e agradecer a eles pelo apoio encontrado no Poder Legislativo. De fato, os mais de 100 projetos enviados pelo Executivo este ano foram todos aprovados sem dificuldade, muitos deles em regime de urgência. Para isso, a Casa realizou cerca de 30 sessões extraordinárias ao longo de 2017. No almoço com deputados, Hartung pediu apoio para aprovação dos projetos pendentes ainda esta semana, antes do recesso parlamentar. Como de praxe, a base atendeu ao pedido. Em um esforço concentrado (e novas sessões extraordinárias), limparam a pauta no plenário até ontem (20).

Oposição barrada

No almoço com os deputados estaduais, 22 deles compareceram. Quatro faltaram com justificativa: Enivaldo dos Anjos (PSD), Amaro Neto (SDD), Luzia Toledo (PMDB) e Freitas (PSB). Outros quatro nem sequer foram convidados pela Casa Civil: Sergio Majeski (PSDB), Theodorico Ferraço (DEM), Josias da Vitória (PDT) e Euclério Sampaio (PDT, com um pé no PSB). Estes são os vereadores “proscritos” pelo Palácio, considerados de oposição ao governo.

Liberação de emendas

Já na última quarta-feira (20), o governador voltou a receber os deputados, desta vez para realizar algo que é sempre motivo de cobrança por parte dos membros da base: liberar dinheiro de emendas parlamentares destinadas a algumas entidades filantrópicas, prestigiando os autores das emendas no orçamento estadual. O que chamou atenção foi terem promovido um evento para fazer algo que é (ou deveria ser) normal na rotina de governo.

O governador Paulo Hartung recebe o ministro da Saúde, Ricardo Barros, no Palácio Anchieta (20/12/2017)

Ministro “solta” verba para saúde

Ainda na quarta-feira, o gabinete de Hartung ficou lotado no fim da tarde para receber o ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP). Ele veio ao Espírito Santo para “liberar” R$ 135,2 milhões direcionados para a saúde pública no Espírito Santo, a maior parte proporcionada por emendas da bancada capixaba em Brasília ao orçamento da União. Durante o evento, no Palácio Anchieta, Hartung e Barros prestigiaram bastante a bancada. O ministro chegou a puxar palmas duas vezes para os integrantes presentes.

Recadão de Hartung

Durante a reunião com o ministro, o governador guardou o recado principal para a última frase de seu curto pronunciamento. “Se a gente está terminando bem 2017, imaginem o que vai ser 2018 em terras capixabas!”, arrematou. É, 2018 já começou.

Conclusão à parte

Diga-se de passagem, 2018 já começou também para o presidente Michel Temer (PMDB). Enquanto Hartung procura estreitar o vínculo com sua base na Assembleia, o evento com o ministro da Saúde também deixou bem evidente que Temer, por meio de seus emissários, tem buscado fazer o mesmo com sua base no Congresso, com ministros percorrendo o país e espalhando “boas novas” pelos Estados.

O governador Paulo Hartung recebe o ministro da Saúde, Ricardo Barros, no Palácio Anchieta, com o gabinete fica lotado (20/12/2017)

Sessão tietagem

No final do evento com o ministro, Ricardo Barros virou uma celebridade, disputado a tapas pelos políticos capixabas presentes, em um festival de vídeos autopromocionais gravados por cada um. O deputado federal Lelo Coimbra (PMDB) gravou com ele e, ao fim da fala, mandou um “depois corta”. O prefeito de Cariacica, Juninho (PPS), e o senador Ricardo Ferraço (PSDB) usaram o ministro em um live. Juninho chegou a dizer que, no papel que segurava nas mãos, estava o Hospital Geral de Cariacica.

Venham a mim os vereadores

Finalmente, até a categoria dos vereadores recebeu um afago do governador. Nesta quinta-feira (21), Hartung se encontrou no Salão Inglês do Palácio Anchieta com os presidentes das Câmaras Municipais. Do total de 78 presidentes, 45 compareceram – inclusive o do Legislativo de Vitória, Vinícius Simões (PPS), aliado de primeira hora do prefeito Luciano Rezende (PPS), grande desafeto de Hartung.

Maratona pelo interior

Como se não bastasse, Hartung tem mantido, mesmo nestes dias que antecedem as festas de fim de ano, uma agenda frenética de eventos oficias pelo interior do Estado. Na manhã desta quinta-feira, participou da cerimônia de instalação da sede do Comando de Polícia Ostensivo Serrano, em Venda Nova do Imigrante. Na manhã desta sexta (22), seguirá para Castelo, onde vai entregar equipamentos. À tarde, ainda participará de duas entregas em Cariacica.

Gazeta Online

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here