Descontos dos empréstimos consignados dos aposentados e pensionistas do INSS podem ser suspensos, entenda!

A pandemia causada pelo covid-19 tem causado além de danos sociais, diversas complicações econômicas. Atualmente, ninguém está isento das consequências da doença, no entanto, alguns grupos acabam sendo mais afetados do que outros.

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) tem enfrentado complicações financeiras, e o fato de que muitos precisam pagar empréstimos consignados, gera ainda mais problemas.

Com dívidas para pagar e o repentino aumento do preço de produtos em todo o país, os segurados tem se visto em uma situação complexa. No entanto, esse problema pode vir a ter uma solução muito em breve.

Isto porque, na última semana, o Senado aprovou o Projeto de Lei (PL) 1.328/2020 que interrompe cobranças de empréstimos por 4 meses.

Atualmente a proposta está na Câmara dos Deputados, e deve ser apreciada na próxima semana.

O Projeto, é de autoria do senador Otto Alencar (PSD-BA), e propõe a suspensão de quatro parcelas do contrato de aposentados e pensionistas do INSS. Sendo assim, os beneficiários não sofrerão descontos por 120 dias.

Caso o projeto seja aprovado ainda neste mês, o salário de julho dos segurados, já passará a não sofrer desconto de consignados de nenhuma natureza.

Segundo o texto: “Ficam excepcionalmente suspensos, durante 120 dias, inclusive nos contratos firmados na vigência do estado de calamidade pública, os pagamentos das obrigações de operações de créditos consignados em benefícios previdenciários, bem como para servidores e empregados públicos e do setor privado, ativos e inativos”.

Caso o projeto vire lei, as prestações suspensas serão convertidas em pagamentos extras, que vencerão nos meses seguintes à data de vencimento da última prestação prevista para o financiamento.

Fonte: Site Vitória

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here