‘Ele tentava impor o terror dentro da comunidade’, diz major da PM sobre prisão de chefe do tráfico

O suspeito tem várias passagens pela Justiça. Ele foi preso pela última vez em 2015, mas fugiu. Neco chegou a acumular dez mandados de prisão em aberto

Um traficante procurado pela polícia, Marco Antônio Rodrigues Galdino, vulgo Neco, foi preso após cair em uma armadilha, no bairro Morada da Barra, em Vila Velha. A prisão aconteceu na noite do último domingo (26), após trocar tiros com traficantes de uma gangue rival.

O Major Walter, comandante da 13ª companhia da Polícia Militar, falou sobre a prisão de Neco e como o criminoso agia dentro da comunidade de Morada da Barra.

“Ele tentava impor o terror dentro da comunidade. Através de ameaças ele expulsava famílias e cobrava dinheiro de comerciantes para que eles não sofressem atentados por parte do grupo que ele comandava. O criminoso exigia que as pessoas deixassem as portas das casas abertas para facilitar a fuga quando a polícia se aproximasse. Ele colocava pessoas da comunidade pra ficar como olheiro mesmo”, disse o major.

Além de ser apontado como chefe do tráfico na região e autor de diversos crimes, Neco é investigado por participação na morte da universitária Thais Oliveira Rodrigues, de 22 anos. A jovem foi morta em agosto de 2018, quando foi buscar um bolo, no bairro Morada da Barra, para comemorar o aniversário da tia. De acordo com a polícia, Neco atirou no carro em que estava Thais e outras cinco pessoas por acreditar que seria um carro com traficantes de uma gangue rival. Na ocasião, a avó de Thais também foi atingida por um tiro.

O suspeito tem várias passagens pela Justiça. Ele foi preso pela última vez em 2015, mas fugiu. Neco chegou a acumular dez mandados de prisão em aberto.

A prisão

Horas após trocar tiros com traficantes da gangue rival, Neco foi encontrado  escondido em uma residência do bairro. A Polícia Militar disse que chegou até ele pelos rastros de sangue deixados durante a fuga. Com Neco, a polícia encontrou um colete a prova de balas, usado no momento do confronto, além de uma pistola 9mm. No colete foi localizada a bala que atingiu Neco no tórax.

O suspeito e o material apreendido foram levados para a Delegacia Regional de Vila Velha.

Fonte: Folha Vitória

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here