EUA cancelam 44 voos da China em resposta a Pequim

Nesta sexta-feira (21), o Departamento de Transportes dos Estados Unidos anunciou o cancelamento de 44 voos da China. A decisão é uma resposta a uma restrição aplicada por Pequim contra o mesmo número de voos de companhias aéreas americanas devido à pandemia de Covid-19.

De acordo com Washington, o governo chinês suspendeu 44 voos das americanas Delta Airlines, American Airlines e United Airlines depois de alguns passageiros testarem positivo para Covid-19 ao aterrissarem na China.

Segundo o Departamento de Transportes americano, trata-se de uma “ação unilateral contrária ao interesse público e totalmente fora do controle” das companhias aéreas, uma vez que os passageiros tinham testado negativo antes de embarcarem nos aviões.

Em resposta, os EUA ordenaram a suspensão de 44 voos da Air China, China Eastern Airlines, China Southern Airlines e Xiamen Airlines programados entre 30 de janeiro e 29 de março, que deveriam partir de Los Angeles e Nova Iorque para o país asiático.

Em março de 2020, o governo chinês restringiu o número de voos estrangeiros para o país. Em junho do mesmo ano, o então presidente dos EUA, Donald Trump, decidiu proibir as companhias aéreas chinesas em resposta à recusa de Pequim em suspender estas restrições aéreas, situação que tinha sido normalizada no ano passado.

Fonte: Pleno News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here