Ex-namorado confessa assassinato de universitária e pede um dia para despedir dos familiares antes de se entregar a justiça

Girley Gomes de Araújo teve a prisão temporária decretada pela Justiça na última segunda-feira (21) e será indiciado por feminicídio qualificado pela emboscada. Se condenado, pode pegar de 12 a 30 anos de prisão

Um comerciante de 30 anos foi preso na tarde desta quinta-feira (24) ao se apresentar à Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo. Girley Gomes de Araújo confessou ter assassinado a tiros a universitária Fernanda Costabeber da Silva, de 30 anos, na última quinta-feira (17), na garagem de sua residência, no bairro Paraíso, em Cachoeiro. Ele é ex-namorado da vítima.

De acordo com o delegado Guilherme Eugênio, responsável pelas investigações, a Justiça de Cachoeiro decretou a prisão temporária de 30 dias de Girley na última segunda-feira (21). “Ele nos entregou a arma usada no crime, um revólver calibre 38. O advogado dele tomou conhecimento do mandado de prisão e pediu um dia para que ele pudesse se despedir dos familiares, antes de se apresentar”, explica.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here