Família tem três assassinados durante chassina no interior no Pancas-ES

Os atiradores de Pancas foram autuados por triplo homicídio qualificado, sequestro e cárcere privado.

Uma noite sangrenta e que jamais será esquecida. Uma noite de terror, literalmente. Três pessoas da mesma família foram assassinadas neste domingo (25), no córrego Urucum, distrito de Vila Verde, em Pancas. Segundo a Polícia Militar, uma guarnição foi enviada ao local após receber uma informação de que houve disparos de arma de fogo no córrego Urucum. Esse córrego fica muito próximo ao distrito de São Lourenço, que pertence ao município de Alto Rio Novo.

Chegando ao local, a PM foi informada por um homem (de 28 anos) que o mesmo tinha sido surpreendido por dois indivíduos em sua residência, no distrito de São Lourenço. Um é conhecido como Carlinho Cândido da Silva, de 32 anos, e o outro é Valdinei da Silva Cândido, o Ney Ramos, de idade não informada. Carlinho e Ney são irmãos.

Ney é morador de Mantena, segundo a PM. Já Carlinho residia na cabeceira São Lourenço, conforme consta na ocorrência. De acordo com a PM, essa primeira vítima foi obrigada a levar os dois indivíduos ao encontro de seus familiares. O homem ainda foi amarrado antes de seguir para a residência de seus familiares no córrego do Urucum.

Segundo a PM, esse sequestro foi necessário, já que somente esse homem sabia o local onde moravam seus parentes. Essa família se mudou para o córrego Urucum no domingo mesmo, segundo informações. Ainda de acordo com a ocorrência policial, os dois suspeitos usaram um veículo Fiat Uno (vermelho) que possui placa de táxi e é de Mantena, município mineiro, que faz divisa com o Espírito Santo.

Carlinho e Ney estavam armados com um revólver calibre 38 cada. Ainda de acordo com relatos dessa testemunha, chegando à residência de seus familiares, os dois indivíduos desceram do veículo e começaram a atirar em direção das pessoas que estavam na casa. Esse homem ficou dentro do veículo, e escapou da morte após conseguir se soltar de uma corda e fugir em direção a um matagal.

Oito pessoas estavam nessa residência, dentre elas duas crianças, segundo a PM. Ao ouvirem os disparos, as vítimas começaram a correr, contudo, ao chegar ao local do crime, a guarnição da PM encontrou Martha Irene dos Santos, de 45 anos, morta com um tiro na cabeça dentro da residência. Posteriormente, a PM realizou buscas numa mata e encontrou Fernando Alves dos Santos, 23, já sem vida.

Ele foi atingido por quatro disparos de arma de fogo, segundo a PM. Fernando é filho da senhora Martha dos Santos. Ainda fazendo buscas nessa mata, a guarnição encontrou um homem, uma mulher, e as duas crianças todas vivas e sem ferimentos. Já um outro homem voltou após ficar um tempo escondido. Ele também apareceu sem lesões.

Ainda no local, faltava encontrar José Edimar Ribeiro (de idade não informada), que possui algum parentesco com Martha e seu filho, ambos assassinados. José Edimar foi encontrado morto numa mata na manhã desta segunda-feira (26).

O Corpo de Bombeiros fez diligências logo na manhã desta segunda. Ainda durante a noite deste domingo, diversos policiais militares, sendo das guarnições de Pancas e de Alto Rio Novo trabalharam sem cessar, incansavelmente, até as detenções dos dois indivíduos.

O local do crime é de difícil acesso, já que chovia na região, e esses policiais foram bravos na elucidação do crime e nas detenções dos suspeitos. Uma viatura de Colatina, e uma outra de Governador Lindenberg também deram auxílio depois de 1h30 da madrugada desta segunda-feira, após já o acusado Carlinho ter sido levado para o DPM de Pancas.

Carlinho foi preso em sua residência logo após o crime e negou os fatos. Ainda faltava Ney Ramos, que foi detido na manhã desta segunda em Mantena, Minas Gerais. Ney foi detido pela PM mineira. Já as guarnições da PM de Pancas e de Alto Rio Novo, juntamente com uma viatura da Delegacia de Polícia Civil de Pancas, foram buscar Ney Ramos no município mineiro.

Uma arma de fogo foi apreendida em Mantena, segundo a PM. Carlinho foi encaminhado ainda durante a madrugada à 15ª Delegacia Regional de Colatina para os procedimentos cabíveis para o fato ocorrido.

Ney ainda será levado para essa unidade policial. Os corpos de Martha e de seu filho Fernando foram encaminhados por volta de 1h00 (da madrugada) desta segunda-feira ao Serviço Médico Legal (SML) de Colatina. Já o corpo de José Edimar, ainda estava no córrego do Urucum no começa da tarde de hoje. ]

As pessoas que não morreram não terão os nomes divulgados para serem preservadas. A PM não divulgou imagens dos dois suspeitos. A reportagem não conseguiu fotos das vítimas. Após os procedimentos cabíveis que estão acontecendo na 15ª Delegacia Regional de Colatina, o caso seguirá para a Delegacia de Polícia Civil de Pancas, onde o delegado João Seidel Júnior, comandará o inquérito policial.

A motivação do crime seria uma briga que as vítimas tiveram com o suspeito Carlinho e com seu enteado. A família acusava o enteado (de 17 anos) de Carlinho de ter furtado duas motocicletas. Contudo, outro motivo pode se encaixar no caso.

A polícia apura que o adolescente teria um romance com uma enteada do homem sequestrado. Logo após a publicação desta reportagem, a Polícia Militar apreendeu no fim da tarde um menor suspeito de participação no crime.

Esse menor é irmão de Carlinho e Ney.  A apreensão aconteceu na zona rural de Mantena. De acordo com informações da polícia, Carlinho tinha um mandado de prisão em aberto por homicídio qualificado em outro município. O indivíduo foi autuado por triplo homicídio qualificado, sequestro e cárcere privado. Carlinho e Ney foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Colatina.

Texto:O mestre

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here