Homem não aceita separação e deixa ex mulher em cárcere privado por 10 horas em Guriri

Uma mulher foi ameaçada de morte e ficou durante 10 horas presa dentro da casa do ex companheiro, após o rapaz não aceitar o fim do relacionamento. A Polícia Militar, que registrou o caso como sequestro e cárcere privado, informou que a própria vítima conseguiu ligar para a polícia e pedir socorro. O caso conteceu quarta-feira (22), em Guriri. 

Ao chegar ao local, por volta das 19h, os policias foram recebidos pela mulher, que chegou no portão da residência pedindo ajuda e chorando, dizendo que estava em cárcere privado desde às 09h. Em desespero, a mulher pulou o muro para fora da casa e, de imediato, os militares entraram na residência. 

O suspeito então pulou o muro para dentro da casa do vizinho e depois correu para uma mata, que fica próxima a sua casa. A polícia fez o cerco, mas não conseguiu capturar o suspeito. 

Casal terminou no Natal 

Para a polícia, a vítima disse que viveu com o suspeito por um ano e meio e, no natal passado, foi agredida por ele e por isso decidiu terminar o relacionamento. Ela disse ainda que foi no local para buscar o restante de suas coisas, e que combinou com o suspeito que a levasse até a rodoviária. 

No caminho à rodoviária, ele mudou de direção e seguiu até uma plantação de eucalipto, dizendo que iria matá-la e depois se mataria. Conforme a vítima, o suspeito dizia que queria reatar a relação e que faria de tudo para ficar ao lado dela. Ela contou ainda que foi conversando com o rapaz até ele desistir da ideia e a levou de volta para a casa dele. 

A PM registra que a vítima passou a noite em uma pousada e faria a denúncia contra o ex na cidade onde mora. 

Fonte: TC

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here