Idosa encontrada morta na Serra contratou o trio que a matou, conclui polícia

Três meses após o homicídio de Lucília de Aquino Batista, de 73 anos, que foi executada a tiros em Novo Horizonte, na Serra, o inquérito do crime foi concluído e todos os suspeitos foram apreendidos.

A idosa foi encontrada morta em um terreno baldio, no dia 14 maio deste ano, com três tiros na cabeça e dois no corpo. Os autores do crime foram Maxsuel dos Santos Nascimento, de 18 anos, e dois adolescentes de 17 e 16.

O homicídio ocorreu dois anos após o filho de dona Lucília cometer um suicídio. A senhora, inconformada com a situação, começou a fantasiar sobre um suposto assassinato contra o filho único, e passou a frequentar “regiões de risco”, de acordo com a delegada Raffaella Almeida.

“No início deste ano, a senhora ofereceu uma quantia de R$ 3 mil para os autores do crime, para que eles pudessem matar a pessoa que ela acreditava ser o autor do homicídio que vitimou seu filho. Mas tudo fruto da imaginação dela. E como eles não fizeram o combinado, ela começou a perturbá-los”, explica a delegada.  “Eles combinaram de pôr fim nessa perturbação, e pôr fim a vida dessa senhora”, completa.

Um dos adolescentes encontrou a senhora em uma praça, e a atraiu para o imóvel abandonado, onde estavam os outros dois autores do crime. Antes de disparar os tiros, o maior, que foi o autor intelectual do assassinato, acertou a senhora com uma pedrada que a derrubou. Logo após, os adolescentes disparam na senhora com um revólver calibre 32.

No dia 15 de julho, um dos adolescentes foi apreendido por outro crime, e acabou se entregando por acreditar que a apreensão tratava-se do homicídio contra Lucília. Maxsuel foi preso temporariamente no mesmo dia. O outro menor de idade foi apreendido no dia 13 de agosto, quando foi concluído o inquérito.

Ambos os menores confessaram o crime, com exceção de Maxsuel “O maior imputa a prática do crime, como comumente eles fazem, aos adolescentes. E nega a participação dele”, afirma Raffaella.

De acordo com a delegada, o maior responderá por homicídio duplamente qualificado e majorado em razão da vítima ser uma idosa, e os menores responderão por uma medida socioeducativa pelo ato infracional análogo ao mesmo crime.

Fonte: ES HOJE

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here