Justiça acusa ex-prefeito de realizar pagamento indevidos a empresa que era de um amigo pessoal

Ex-prefeito Luciano Pereira é amigo pessoal de Moisés Martins

Na última sexta-feira (20), o juiz da 1ª Vara Cível da Comarca de Barra de São Francisco, Tiago Balbi da Costa, recebeu a Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa proposta pelo Ministério Público Estadual (MPES) contra o ex-prefeito Luciano Henrique Sordine Pereira, seu vice Matheus Ferreira da Costa Oliveira, Moisés Antônio Martins, e as empresas Terramar Locações e Serviços Eireli – ME e Martins Construtora e Terraplanagem Eireli – ME.

Eles são acusados de contratar ilegalmente e realizar pagamentos indevidos às empresas pertencentes à Moisés, de quem Luciano é amigo pessoal e foi avalista.

Ao receber a ação, a Justiça rejeitou as defesas prévias apresentadas pelo ex-prefeito Luciano e demais envolvidos.
Por conta da ação os bens de Luciano, Matheus e Moisés encontram-se bloqueados pela Justiça.

O processo corre sob o no 0000292-06.2016.8.08.0008.

Leia aqui mais sobre essa denúncia

Bloqueio de bens foi destaque na TV Gazeta

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here