Maior superlua de 2018 acontece já no dia 1º de janeiro

Fenômeno ocorrerá também no fim do mês e completará ‘trilogia’

Superlua registrada pelo internauta Fabio Sales, em Salvador
Superlua registrada pelo internauta Fabio Sales, em Salvador

O ano de 2018 deve começar com uma bela visão no céu. É que logo no dia 1º de janeiro, o fenômeno da ‘superlua’, que acontece quando a Lua cheia coincide com o ponto de maior aproximação do satélite com a Terra, fazendo com que ela apareceça maior e mais brilhante, podera ser observado. O fenômeno deve acontecer às 19h56 do horário de Brasília, e vai ser o momento de maior proximidade do satélite com a Terra no ano de 2018.

A Lua atingirá seu perigeu, ou seja, distância mínima da Terra, às 19h56 do dia 1º de janeiro, segunda-feira, ficando a 356,5 mil km da superfícia do planeta (a distância normal é de aproximadamente 384 mil km). O satélite estará 100 km mais próximo que da última vez em que o fenômeno ocorreu, no dia 3 de dezembro de 2017.

O evento foi descrito pela Nasa, a agência espacial americana, como a “Trilogia da Superlua”, pois o fenômeno acontecerá também no dia 31 de janeiro de 2018, quando será acompanhado por um eclipse total do astro. quando o fenômeno ocorre duas vezes no mesmo mês, ele é chamado de ‘Superlua Azul’.

Superluas não são fenômenos muito raros. Acontecem pelo menos uma vez a cada ano. Este teve apenas uma. Mas 2016, por exemplo, teve três uma delas, em novembro, a maior em 69 anos. As superluas só ocorrem poucas vezes num ano porque a órbita da Lua sofre algumas variações enquanto a Terra orbita o Sol. É por isso que não acontecem superluas todos os meses.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here