Mulher presa com drogas em Vila Velha está grávida e passa mal durante ocorrência

Uma mulher de 25 anos, detida nesta terça-feira (10) durante uma operação da Guarda Municipal em conjunto com a Polícia Civil, passou mal durante a ação, ocorrida no bairro Argolas, em Vila Velha. Brenda Nunes, que foi flagrada com drogas, está grávida de seis meses. Apontado como chefe do tráfico na região, o pai da criança e marido da jovem não foi localizado.

De acordo com a polícia, Brenda deve ser transferida, ainda nesta terça-feira, para o presídio feminino de Bubu, em Cariacica, ou para um hospital. Na quarta-feira (11), durante audiência de custódia, um juiz deve decidir se a gestante permanece presa ou se terá a liberdade concedida.

Segundo a polícia, a mulher já tem passagem pela Justiça. Em 2013, quando tinha 19 anos, ela foi presa por roubo, ficando na prisão por cerca de três meses.

Drogas

Segundo a Guarda Municipal, durante a ocorrência, realizada na casa onde Brenda e o marido moram, a suspeita jogou uma mochila pela janela. Nela, foram encontrados 131 pinos de cocaína, 299 buchas de maconha, um tablete com aproximadamente 700 gramas de maconha e material para preparo de cocaína, como ácido bórico. Na mochila também havia um rádio comunicador e duas balanças de precisão.

“Batemos na porta para entrar e ouvimos o barulho da mulher jogando a mochila pela janela. Depois ela abriu e deixou a gente entrar. Ao averiguarmos no quintal, achamos a mochila cheia de drogas”, contou o inspetor Rodrigo, da Guarda Municipal de Vila Velha.

Entretanto, os agentes e os policiais que participaram da ação acreditam que, na verdade, toda a droga encontrada pertence ao marido de Brenda. “A princípio, o marido dela que é o dono da droga. Quando nós chamamos, ela olhou pela janela, viu que a polícia e a guarda estavam lá e tentou se desfazer das drogas”, frisou o inspetor.

Mesmo consciente de que a companheira espera uma criança, o homem que seria o pai do bebê e o dono da droga fugiu e até agora não foi encontrado. “Nós falamos para ela avisar ao marido para assumir essa droga e, até agora, sem sucesso. Ele não apareceu”, disse Rodrigo.

Outro detido

Durante a operação em Argolas, outro suspeito acabou detido. Segundo a guarda, João Miguel Cruz Dazílio, de 26 anos, tinha dois mandados de prisão em aberto, sendo um por tráfico de drogas e o outro por porte ilegal de arma.

De acordo com a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), João Miguel já ficou preso outras três vezes: uma em 2014, outra em 2017 e também no ano passado. Todas as prisões, segundo a Sejus, foram por porte de arma.

Fonte: Folha Vitória

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here