Mulher quase morre depois de corte no dedo mindinho virar infecção

Heather Hartbottle, de 49 anos, cortou o dedo mindinho, e quando acordou, percebeu que o corte estava inchado e infecionado. A princípio ela não se preocupou. Um dia depois do ocorrido Heather foi ao hospital e descobriu que estava com sepse, uma inflamação generalizada que pode resultar em falência múltipla de órgãos.

A recuperação foi descrita pelos médicos como “milagrosa”, e envolveu múltiplos tratamentos e cirurgias emergenciais. Heather usa a história como incentivo para outras pessoas se conscientizarem.

O caso aconteceu no dia 7 de dezembro de 2017, mas ainda deixa sequelas. Apesar dos anos, ela lembra em detalhes do ocorrido e relembrou a história durante uma entrevista ao tabloide inglês The Sun. Segundo exames posteriores, ela contraiu estafilococos no corte. Enquanto as bactérias iam para o sangue, causando a sepse, a mão era tomada por uma fasceíte necrosante, mais conhecida como a ação das “bactérias devoradoras de carne”. Em dois dias, os rins de Heather estavam falhando. “Eu estava perto da morte e estava enfrentando a possibilidade de amputação”.

Para ser curada, ela tomou um coquetel de antibióticos e ainda precisou de várias operações de enxerto de pele para cobrir abcessos no antebraço e axila. Além disso, tomou remédios para ansiedade e depressão, que “ajudaram imensamente”, segundo depoimento.

Com informações do Portal R7!

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here