“Não é possível interferir no preço dos combustíveis”, diz Sachsida

Sachsida foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para assumir a liderança do ministério após a exoneração de Bento Albuquerque, em maio deste ano | Reprodução/Câmara dos Deputados

O ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, afirmou que “não é possível interferir no preço dos combustíveis”. Em audiência na Câmara dos Deputados nesta 3ª feira (21.jun), ele reforçou que os preços são decisão da empresa, no caso, a Petrobras.

“É difícil para a população entender porquê o governo não interfere no preço dos combustíveis. E aqui eu preciso ser claro: não é possível interferir no preço dos combustíveis”, disse Sachsida. “Preço é uma decisão da empresa, não do governo. Além disso, nós temos marcos legais que impedem a intervenção do governo numa empresa, mesmo o governo sendo acionista majoritário”, acrescentou.

Sachsida foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para assumir a liderança do ministério após a exoneração de Bento Albuquerque, em maio deste ano. A troca ocorreu em meio à pressão crescente por causa da alta dos combustíveis.

“Os estados estão fazendo sacrifícios, o Congresso está fazendo sacrifícios, o governo federal está fazendo sacrifícios, é natural que a Petrobras também o faça”, disse o ministro.

Logo após a nomeação, Sachsida chegou a afirmar que seu primeiro ato como ministro seria dar início à privatização da Petrobras. Enquanto isso, na estatal, com a saída de José Mauro Coelho do comando na 2ª feira (20.jun), será contabilizado o quarto presidente da empresa nomeado pelo governo Bolsonaro, na tentativa de reduzir os valores nos postos. O Palácio do Planalto trabalha para acelerar a entrada de Caio Paes de Andrade na presidência da empresa ainda nesta semana.

Além disso, o líder do PL na Câmara, deputado Altineu Côrtes (RJ), deu início à coleta de assinaturas para o requerimento de abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Petrobras.

Fonte: SBT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here