NOVOCORONAVÍRUS – Com EPIs doados coveiros realizam sepultamento de vítima com suspeita de covid-19 em Linhares

Um senhor de 83 anos que estava internado no Hospital Geral de Linhares (HGL), faleceu nesta terça-feira (19/05) e na declaração de óbito consta covid-19.

O sepultamento ocorreu no Cemitério São José, no Bairro Novo Horizonte (BNH), em Linhares, por volta das 14h: 40.

Segundo informações de testemunhas o corpo ficou por aproximadamente duas horas aguardando que os coveiros colocassem os equipamentos que o protocolo exige nestes casos. Porém a informações obtidas foi de que os coveiros não tinham os equipamentos adequados e necessitou de que os EPIs fossem doados por uma pessoa que estava no local, mesmo assim os coveiros realizaram o sepultamento sem botas de borracha e sem óculos, ainda de acordo com testemunhas que estavam no Cemitério os equipamentos não estão sendo fornecidos pela Prefeitura, e ainda informaram que os coveiros realizaram o sepultamento, calçados com chinelos.

A Prefeitura de Linhares divulgou no final da tarde de hoje mais um boletim oficial, porém no mesmo não consta o óbito. Veja o boletim

Nossa reportagem procurou esclarecimentos ao setor de comunicação da Prefeitura, que respondeu através de nota, porém na mesma não houve resposta em relação aos EPIs, que não estão sendo fornecido pela Prefeitura para os coveiros, de acordo com informações.

NOTA

“Nesta terça-feira (19) o Hospital Geral de Linhares (HGL) registrou a morte de um paciente de 83 anos que estava internado na unidade hos pitalar desde a última sexta-feira (15).

A unidade ressalta que o teste rápido realizado no paciente em sua entrada no hospital deu negativo para a Covid-19.

Como medida de protocolo, já que o paciente apresentava sintomas relacionados à doença, foi coletado exame de swab e a vigilância epidemiológica enviou as amostras do paciente para o Laboratório Central do Espírito Santo (Lacen-ES) e aguarda resultado sobre a possibilidade de contágio pela Covid-19.

Mas, como determina o protocolo do Ministério da Saúde, a família foi orientada pelas equipes do HGL a realizar o sepultamento do ente como suspeita da Covid-19, isto é, sem a realização de velório.

Inclusive, a família recebeu documentos que informam a possibilidade do óbito por Covid-19, tendo assinado como ciente.

A secretaria municipal de Saúde pontua que, todos os casos relacionados a casos positivos e óbitos estão sendo divulgados diariamente pelo painel Covid-19 do Governo do Estado do Espírito Santo e pela Secretaria Municipal de Saúde.

Qualquer informação que não tenha como fonte o Governo do Estado do Espírito Santo e a Secretaria Municipal de Saúde não deve ser considerada como verídica e oficial.”

Norte Noticias

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here