O caos de quem vive no endereço mais ‘zuado’ do mundo

odos nós conhecemos bem o chamado “spam”, aquele email chato, cheio de anúncios, vírus e tudo o mais. Agora imagine viver em ma casa “spam”. Isso mesmo, você não leu errado.

Trata-se do logradouro 1234 AB, 123, situado na província de Noord-Holland, na Holanda. Acontece que essa residência é usada por hackers, bem como pela maioria das pessoas na Holanda, para preencher diversos formulários na internet, como forma de disfarçar seus próprios endereços.
ADVERTISING

most-spammed-home-address-1.jpg?w=1040

Isso acontece para evitar que eles recebam correspondências, cobranças etc. Só que essas pessoas não levam em consideração que a casa existe de verdade, então as consequências recaem sobre seus moradores.

Os problemas causados pela malandragem de certos holandeses não é pequeno. Por conta dos diversos calotes, serviços básicos como luz, água e gás são cortados nesse endereço de tempos em tempos.

Um dos antigos moradores do local, um homem chamado Fransen, relatou que, poucos meses após se mudar para a localidade, teve seus serviços mais essenciais desligados. Ele chegou a tentar desativar a assinatura de um jornal, feito em nome daquele endereço por várias pessoas de outros lugares, contudo ele seria obrigado a quitar a dívida — caso contrário, nada feito.

E isso aí foi o de menos. Fransen era impedido de fazer compras pela internet, devido a quebras de contrato e inadimplência de supostos moradores do local, além de não poder sair de casa, por ter que recorrer a frequentes notificações públicas que chegavam por correio, tendo que explicar que a residência não tinha nada a ver com os devedores.

Outra infeliz que teve que conviver com essas situações foi a senhora Hendricks, uma idosa de mais de 80 anos. Uma de suas maiores reclamações era quanto ao grande número de cartas aleatórias que chegam — inclusive correspondências em nome de “T.TEST”, que são geralmente enviadas por funcionários novatos de call center.

Mas o humor e a criatividade dos holandeses parecem ter um nível alto, pois cartas endereçadas a Arnold Schwarzenegger, Dagobert Duck (tio Patinhas) e Piet Pimel (algo que tem a ver com pênis) estão entre as que são entregues na residência.

Fransen chegou a procurar as autoridades, que não puderam fazer muita coisa sobre esses problemas, uma vez que os serviços postais são privatizados. Foi então que o prefeito da cidade mudou o logradouro, considerando que a casa é de esquina, e alterou o endereço para a rua ao lado.

Infelizmente, na prática não é tão simples assim. Mesmo com a mudança, para que todos os serviços e problemas relacionados a esse endereço sejam de vez apagados dos bancos de dados, pode levar até uma década.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here