Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Especialista apontou os locais mais suscetíveis à aglomeração de microorganismos.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe – Sabemos que microorganismos nocivos à saúde podem estar presentes por todos os lados, apesar de não vermos. Mas não custa nada relembrar e alertar onde os germes estão mais frequentes da casa para o trabalho! Ao The Washington Post, o microbiologista Charles Gerba revelou os locais mais ou menos inusitados em que se encontram estes seres invisíveis. Veja a seguir!

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Roupas! – Segundo o especialista Charles Gerba, vírus, hepatite e salmonella são alguns dos ‘agentes’ que podem infiltrar-se nas roupas do dia a dia. 

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Roupas – O microbiologista explica que esses microorganismos podem aparecer quando a lavagem das peças não é feita corretamente – ou é feita com água muito fria, não permitindo a aniquilação completa dos germes e bactérias.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Pia, a esponja e a bancada – Ao The Washington Post, Gerba apontou esse como o lugar da cozinha mais sujo e suscetível à proliferação de germes. 

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Casacos, bolsas e carteiras! – São outros objetos ‘contaminados’, uma vez que tocam em todo o lado e podem mesmo estar em contato direto com o chão, alerta o especialista.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

A caminho do trabalho… – Ou no regresso a casa, o risco de ficar doente é seis vezes maior quando se anda de metrô ou ônibus, comparado à bicicleta ou carro.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Transporte público – O contato com germes é muito maior nesses meios de transporte. Segundo Charles Gerba, o segredo para se prevenir de microorganismos é usar um gel antibacteriano antes e depois de tocar em locais onde todos tocam.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Celular – Ninguém mais vive sem os dispositivos móveis, né? Mas, atenção: Gerba afirma que um simples smartphone pode ter mais de 100 mil bactérias. É porque aparelhos do gênero estão em constante contato com nossas mãos.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Elevador – A matéria do The Washington Post revela que o local de trabalho onde se encontram mais germes concentrados são nos botões do elevador e nas maçanetas das portas.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Maçanetas – São lugares propícios para o acúmulo de germes. Especialistas consideram que o trinco da porta, que é tocado por todo mundo e muitas vezes esquecido na hora de limpar, podem ser uma via de transmissão de vírus como o da gripe e outros que provocam doenças respiratórias.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

A copa do trabalho – O microbiologista Charles Gerba alerta para a pia e os itens de uso comum dos funcionários, como a chaleira, a máquina do café, a caixa do chá ou do açúcar, entre outros. Aí, aglomeram-se um mundo de microorganismos, já que as pessoas estão utilizando os objetos.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Cardápio – Quem almoça todos os dias no restaurante está sujeito a bactérias e germes que se acumulam no menu. Por passar de mãos em mãos, correr o risco de cair ao chão e ainda de ser armazenado em mil e um locais distintos, os cardápios podem armazenar ‘milhões’ de micróbios ‘por centímetro quadrado’, disse o cientista espanhol Miguel Ángel López.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Cesta ou carrinho de compras – Esses objetos são necessários para carregar as compras, mas são os mais críticos de um supermercado. O médico Charles Gerba disse, em outra entrevista ao site Today, que cerca de 80% dos germes são transmitidos pelas mãos através deles! Desinfete-os na área onde você vai tocar.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Corredor da fruta e legumes – É um dos locais mais críticos do supermercado, porque a maioria das pessoas pega nestes alimentos com as mãos e outras chegam mesmo levá-los ao nariz para sentir o cheiro, adverte Charles Gerba.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Assentos infantis nos carrinhos – É um outro local de risco, especialmente, porque os pequenos costumam tocar e até levar objetos à boca e nariz.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Analise bem as embalagens dos produtos – Embalagens semi-abertas ou rasgadas devem ser evitadas. O especialista afirma que o risco de os germes se multiplicarem é maior. Cuidado ainda com latas com algum tipo de furo ou embalagens inchadas. É bem possível que já haja uma ‘colônia’ de germes e micróbios.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Telas sensíveis ao toque – Aparelhos que os clientes usam nos supermercados para pesar alimentos – aqueles onde se colocam os códigos das frutas e legumes – acumulam muitos microorganismos que podem ser nocicos à saúde, alerta Charles Gerba, professor de Microbiologia e Ciências do Ambiente.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Caixas eletrônicos – Da mesma forma que os terminais para pagar contas e sacar dinheiro. É mais outro exemplos de local repletos de germes e micróbios, segundo o médico em matéria ao site Today.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Teclado do computador – Já parou para pensar que antes de chegar ao trabalho você tocou no transporte público, dinheiro, portas… E todas essas bactérias que nas suas mãos irão direto para o teclado, que você toca? A solução é lavar sempre as mãos ao chegar e limpar o computador e a mesa periodicamente.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Controle remoto – De acordo com estudo da Universidade da Virginia, esse objeto pode acumular um microorganismo, que causa resfriados. Comer na frente da TV é um jeito fácil de ingeri-lo. Desinfete o controle diariamente e lave as mãos com frequência.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Ketchup, mostarda e outros condimentos – A gente sabe, mas acaba esquecendo. Mas muita gente nos restaurantes faz uso comum desses itens, que não são higienizados com frequência. A dica é evitar tocar esses molhos ou limpá-los antes de usar.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Cortina do chuveiro – Às vezes, deixamos para limpar a cortina quando já está acumulando muita sujeira. Mas é preciso lavá-la periodicamente. Uma pesquisa feita na Universidade de San Diego mostrou que uma camada fina de sabão costuma se formar sob a peça depois de algum tempo. Não se engane: germes estão se acumulando.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Escova de dente e seus copos – De acordo com Maite Muniesa, da Universidade de Barcelona, cerca de 80% das escovas de dente analisadas em estudo abrigam uma infinidade de micróbios. Não custa lembrar que a boca abriga centenas de microorganismos, que podem ser transferidos à escova na hora do uso.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Tábuas para cortar – De acordo com Muniesa, até 20% das infecções alimentares podem acontecer dentro de casa. Os microorganismos que geram esse tipo de problema são a salmonela, a escherichia coli e o campylobacter. E podem estar presentes nas tábuas de cortar alimentos. É preciso desinfetá-las sempre!

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Brinquedos – Geralmente, são objetos que costumam ser esquecidos na hora da limpeza. Um estudo da Universidade de Buffalo, nos EUA, alertou que brinquedos sujos, espalhados pela casa, podem conter bactérias que provocam pneumonia.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Chão – Lembra da ‘lei dos cinco segundos’? Esqueça, não funciona! Se deixar cair um pedaço de comida no chão, jogue logo fora. Limpar ou assoprar rapidamente não adianta, mesmo que o chão da sua casa seja limpo criteriosamente. Especialistas advertem que as bactérias agem rápido na hora de ‘colonizar’ um pedaço de comida.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Geladeira – Você já deve ter visto na borracha da porta da geladeira ou da máquina mofo ou bolor. Por terem dobras, esses materiais acabam sendo difíceis de limpar. Desta forma, são fontes de acúmulos de bactérias.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Pia da cozinha – Pode acreditar: neste espaço da cozinha concentra-se 100 mil vezes mais germes do que no banheiro! Esses microorganismos se amontoam na louça com restos de comida. Foi o que revelou a pesquisa liderada por Maite Muniesa, da Universidade de Barcelona.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Panos de prato – Os panos de prato deveriam ser lavados diariamente, mas, dificilmente, os são. O perigo reside pelo fato de ficarem úmidos ao longo do dia, colaborando para a proliferação dos germes.

Os lugares onde mais se acumulam germes e você não sabe

Limpar não é desinfetar! – Não é novidade que o banheiro é um lugar que acumula muitos germes. De acordo com a Muniesa, limpar o banheiro não é a mesma coisa que desinfetá-lo. ‘Ter uma superfície limpa não é o mesmo que ter uma superfície sem contaminação’, diz o estudo. É aí que reside o grande problema.

 

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here