Pai e filho são presos suspeitos de envolvimento em assassinato em quiosque na Praia de Itaparica

Estêvão Marcos Brandão Nunes foi morto a facadas depois de uma discussão, no dia 13 de abril. Um terceiro suspeito de participação no crime segue foragido

Pai e filho foram presos durante a Operação Cronos, realizada nesta quinta-feira (28), suspeitos de envolvimento no assassinato de um rapaz. O crime aconteceu em abril deste ano, em um quiosque na Praia de Itaparica, em Vila Velha.

Anderson Caldeira Correia e Gabriel dos Santos Correia tinham mandado de prisão em aberto por causa desse crime. O terceiro suspeito de envolvimento nesse homicídio é Matheus Nobre da Penha, que continua foragido.

Estêvão Marcos Brandão Nunes foi morto a facadas depois de uma discussão, no dia 13 de abril. Segundo moradores da região, na noite do crime acontecia uma festa em comemoração ao aniversário do dono do quiosque. Por conta disso, o estabelecimento estava lotado.

Foto: TV Vitória
Estêvão foi morto a facadas depois de uma discussão em um quiosque na Praia de Itaparica

Ainda de acordo com as testemunhas, dois homens iniciaram uma discussão e um deles acabou ferido com vários golpes de faca. A vítima ainda tentou fugir, mas acabou caindo no chão. Moradores contaram que o suspeito fugiu de moto, levando a faca utilizada no crime.

Estêvão ainda foi socorrido por uma viatura da PM e levado para um hospital particular da região, mas não resistiu aos ferimentos e morreu minutos após dar entrada na unidade de saúde.

Operação Cronos

Ao todo, 52 pessoas foram detidas em todo o Espírito Santo durante a segunda fase da Operação Cronos. Segundo a Polícia Civil, entre os detidos há sete adolescentes. Além disso, 44 mandados de busca e apreensão foram cumpridos ao longo do dia.

Dos 45 presos, 36 foram por cumprimento de mandados de prisão – dez por homicídio e 26 por outros crimes, como porte ilegal de arma, tráfico de drogas e estupro. Nenhum suspeito de feminicídio foi preso no Estado. Os outros nove foram presos em flagrante.

A operação também resultou na apreensão de dois revólveres, pouco mais de um quilo de maconha, cerca de um grama de haxixe, um carro, dez celulares, seis computadores e outros 57 objetos. Participaram da ação no Espírito Santo 225 policiais civis e 81 viaturas.

O objetivo da Operação Cronos foi cumprir mandados de prisão e busca e apreensão contra autores de homicídio e feminicídio. A ação aconteceu simultaneamente em 21 estados do Brasil e no Distrito Federal. Coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil, ela acontece de forma integrada e conta com o apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Fonte: Folha Vitória

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here