Perigo no pedal: quatro bicicletas são roubadas por dia no Espírito Santo em 2019

O número de bicicletas roubadas no Espírito Santo cresceu 15% em 2019. Muitas vezes, os furtos acontecem em plena luz do dia, em locais com bastante movimento, sem levantar qualquer suspeita. Apenas em 2019, 1.045 bikes já foram roubadas, de acordo com dados da Segurança Pública.

Um, dos tantos casos de bicicletas subtraídas de seus donos, é o da pedagoga Luciene Gozzer, que teve seu meio de locomoção levado por um criminoso há cerca de cinco meses, no bairro Soteco, em Vila Velha. “Minha bicicleta era dos anos 70, uma bicicleta retrô. Ela foi customizada por uma estilista de bicicleta. E em cerca de um ano eu investi nela mais de dois mil reais”, contou Luciene.

O pesadelo fica pior quando o roubo da bicicleta acontece à mão armada. O cientista social Luiz Gustavo Gabler foi abordado por dois criminosos, que o ameaçaram com uma arma antes de levar a bicicleta. “Eu fui abordado. Um deles estava armado e levaram minha bicicleta, celular, mochila”, relatou Luiz.

A média de bicicletas roubadas no estado é alta. Por dia, quatro bikes são roubadas. De janeiro a setembro deste ano, 1.045 ocorrências envolvendo esse tipo de crime já foram registrados. Esses números representam um aumento de 15%, se comparado com o mesmo período do ano passado.

Para a polícia, o aumento desse tipo de crime está ligado com grupos que fazem a recepção de bikes roubadas. “Se a sociedade não compra produtos roubados e furtados, não vão haver roubos e furtos com essa quantidade. Isso é uma experiência própria. Todas as vezes que nós capturamos alguém, 99% das vezes esses produtos não ficam com essas pessoas. Essas pessoas vendem. O que importa pra ela é o valor agregado”, explica Leandro Piquet, delegado.

Fonte: Folha Vitória

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here