Polícia Ambiental apreende armas e munições em Nova Venécia nesta segunda

Policiais da 3ª Companhia do Batalhão da Polícia Militar Ambiental, com sede em São Mateus, apreenderam armas e munições durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, na comunidade do Córrego Maruí, zona rural de Nova Venécia.

Comandante da 3ª Companhia, o capitão Fabrício Pereira Rocha detalha que a Polícia Ambiental recebeu há cerca de 2 meses denúncia anônima apontando que dois homens estavam caçando animais silvestres na região daquela comunidade em Nova Venécia, sendo que elas possuíam armas de fogo ilegais, além de munições, que estariam enterradas no quintal das casas.

Diante da denúncia, a 3ª Companhia fez levantamentos de inteligência, os quais possibilitaram a obtenção de um mandado judicial.

No cumprimento da medida judicial, os policiais encontraram na casa de um dos denunciados uma espingarda de calibre .36, uma garrucha de calibre.22, um recipiente com espoletas, 51 munições de calibre .22, 19 cartuchos de calibre .36, seis cartuchos carregados de calibre .36, cinco recipientes contendo bagos de chumbo, três recipientes contendo pólvora e quatro pios para atrair animais silvestres.

Uma pessoa foi encaminhada à Delegacia Regional de Polícia Civil, em Nova Venécia, por posse irregular de armas de fogo e munições.

Combate ao crime de caça

O capitão Fabrício destaca que a 3ª Companhia Ambiental tem realizado um trabalho específico no combate aos crimes de caça, principalmente, nas regiões de unidades de conservação, áreas essas de preferência de caçadores, tendo em vista o alto grau de preservação da fauna e flora silvestres.

“No ano de 2021, durante o desdobramento de Operação Queda de Órion I, a 3ª Companhia Ambiental apreendeu 24 armas de fogo, farta munição e diversos petrechos de caça e animais abatidos, além da detenção de 12 pessoas. Todo esse trabalho teve como base as denúncias encaminhadas pela população ao Serviço Disque Denúncia 181, que foram trabalhadas pela polícia ambiental, obtendo resultados extremamente positivos” – frisa o comandante.

Outrossim, o oficial esclarece que a população pode ajudar a polícia ambiental a combater esses delitos, por meio de denúncias anônimas, que podem ser feitas no Disque-Denúncia 181 ou pelo site disquedenuncia181.es.gov.br, tendo o anonimato garantido.

Fonte: TC Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here