POLÍCIA CIVIL DESVENDA ESQUEMA DE ADULTERAÇÃO DE VEÍCULOS E FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS EM VILA VALÉRIO

A operação policial iniciada na quinta-feira (10) e que terminou neste sábado (12),  por volta das 02h da madrugada, onde várias pessoas foram conduzidas até a delegacia para prestarem declarações, também foram apreendidos 04 veículos com indícios de adulterações em chassis, placa e documentos.

Foto:Policia Civil

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de São Gabriel da Palha, investiga uma associação criminosa de fraudes na comercialização de veículos clonados nos municípios que envolvem a circunscrição da Delegacia.  Segundo o delegado Bruno Alves Rodrigues, as primeiras investigações demonstraram indícios de compra e venda reiterada de veículos produto de furto, roubo e estelionato, os quais são clonados e revendidos por preços muito abaixo do valor de mercado.

Diante dos indícios, o delegado deu início à operação policial iniciada na quinta-feira (10) e que terminou neste sábado (12),  por volta das 02h da madrugada, onde várias pessoas foram conduzidas até a delegacia para prestarem declarações. Também foram apreendidos 04 veículos com indícios de adulterações em chassis, placa e documentações.

O início da investigação se deu em razão de um veículo Fiat/Strada, cor verde, que transitava pelas ruas do município de Vila Valério; os investigadores iniciaram os levantamentos para verificação da origem e constataram que o veículo foi clonado, sendo que a versão original dele encontra-se em um município do Estado de Minas Gerais. Após aprofundarem nas investigações, os policiais civis descobriram que, na verdade, o veículo localizado havia sido roubado em Vitória, no ano de 2016.

Ao todo foram conduzidos à delegacia 06 suspeitos e, após os depoimentos, 03 foram autuados em flagrante delito pelo crime de receptação, previsto no Art. 180 do Código Penal. São eles: R.Q, 36 anos (autuado no art. 180, §3º/Pena: detenção, de 1 mês a 1 ano); E.M, (autuado no art. 180, caput/Pena: reclusão, de 1 a 4 anos, e multa); A.S.B, 52 anos (autuado no art. 180, §§1º e 2º/Pena: reclusão, de 3 a 8 anos, e multa). As penas variam de 1 a 8 anos de reclusão. Destes, dois foram liberados na delegacia após pagamento de fiança e um foi encaminhado ao centro de detenção, onde aguardará preso a conclusão do inquérito policial, que tem prazo de 10 dias.

Conforme informou o delegado titular, Bruno Alves Rodrigues, o inquérito terá prosseguimento e novos indiciamentos poderão acontecer até o prazo final. O delegado destacou ainda que, afora os crimes já apurados nesta operação, os trabalhos investigativos serão intensificados em torno deste esquema fraudulento que fomenta a prática de vários crimes como furtos, roubos e estelionato, uma vez que estes crimes somente ocorrem porque existem pessoas que, visando um lucro fácil e criminoso, adquirem os veículos por um preço muito aquém do valor do mercado lícito, alimentando a vontade dos marginais em subtraírem os veículos, o que, em muitas ocasiões, culminam com ferimentos graves nas vítimas ou mesmo a morte, como ocorre nos latrocínios, que são os roubos seguidos de morte.

Fonte: Polícia Civil

 Com informações portalmomento.
Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here