Polícia diz ter identificado suspeitos de ameaçar equipe da TV Vitória em Santos Dumont

Após a ameaça de morte ao repórter e cinegrafista da TV Vitória/Record TV por criminosos do bairro Santos Dumont, a polícia afirma já ter identificado suspeitos envolvidos nas ameaças de quinta-feira (30), e no incêndio ao carro da TV Vitória, no início deste mês.

Segundo o delegado Fabiano Rosa, que acompanha o caso, também foram identificados os suspeitos de terem colocado fogo em um carro da emissora, na mesma região.

Um deles é Fernando Moraes Pereira Pimenta, conhecido como Marujo. Ele é um dos mandantes do tráfico no Bairro da Penha. O outro suspeito é Geovani de Andrade Bento. Os dois agem a mando de Carlos Alberto Furtado da Silva, que está preso na penitenciária de segurança máxima ll, em Viana, mas mesmo assim consegue controlar o tráfico fora da cadeia.

Ameaça a equipe da TV Vitória

Durante a exibição do programa Cidade Alerta Espírito Santo, da TV Vitória/Record TV, na quinta-feira (30), uma equipe de reportagem foi hostilizada por supostos criminosos nas imediações do bairro Santos Dumont, em Vitória.

O repórter Waslley Leite e o cinegrafista Patrick Loureiro estavam no local para falar sobre uma operação que acontecia no bairro quando foram ameaçados por volta de 18h51, ao vivo.

O superintendente de conteúdo da Rede Vitória, Alexandre Carvalho, disse que o repórter e cinegrafista registraram um Boletim de Ocorrência. “Eles foram para a delegacia logo após o ocorrido e estão bem. Estavam no bairro para verificar se havia alguma novidade sobre a operação policial, quando uma pessoa que estava no banco do carona já chegou ameaçando. Nada de mais grave aconteceu. Não é possível que uma pessoa seja ameaçada dessa forma. Vamos cobrar um posicionamento das autoridades “, disse.

FONTE: FOLHA VITORIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here