Polícia Federal realiza operação contra tráfico de fósseis

A Polícia Federal (PF) iniciou nesta quinta-feira (22) uma operação contra tráfico de fósseis no Ceará. Ao todo, os agentes cumprem 19 mandados de busca e apreensão, sendo 17 em municípios cearenses e dois no Rio de Janeiro.

Intitulada como Santana Raptor, a ação é resultado de uma investigação iniciada em 2017, na região da Chapada do Araripe (CE). Policiais encontraram fortes indícios da composição de uma organização criminosa, com participação de empresários, servidores públicos, mineradores, pesquisadores e atravessadores dos fósseis.

Até 8h desta quinta, dois homens foram presos em flagrante com fósseis, em Santana do Cariri e Nova Olinda, no Ceará. Um dos detidos é apontado como negociador dos fósseis, e o outro, por receber valores de um professor do Rio de Janeiro para a coleta e armazenamento dos objetos.

– Há atuação de uma rede de empresários, servidores públicos e atravessadores que negociam fósseis raros da região, com indícios da prática ilícita por parte de professor/pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), um dos alvos da operação, bem como outros pesquisadores nacionais e estrangeiros – diz nota da PF.

Segundo a polícia, os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa, usurpação de bens da União e crimes ambientais. Somadas, as penas podem chegar a 16 anos de prisão.

Fonte: Pleno News

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here