Prefeitura vai custear funerais de vítimas de Muzema fora do Rio

Com o auxílio da concessionária Rio Pax, a prefeitura irá custear os funerais das vítimas da tragédia na comunidade da Muzema que tiverem que ser realizados fora do Rio.

– Oferecemos a possibilidade de executar os serviços funerários e de traslado dos corpos para seu estado de origem – disse o diretor-presidente da Rio Pax, Geraldo Magela Monge.

De acordo com Magna Cristina Souza, irmã de Hiltonberto Rodrigues de Souza – morto no desabamento junto com sua esposa e filho, que deverão ser trasladados para o Maranhão -, a família ainda não foi procurada por nenhuma autoridade.

– O corpo do meu irmão Hilton está deformado e por isso ainda não foi identificado. Estamos aguardando a secretaria de Segurança do Maranhão enviar a identidade dele para a secretaria daqui para que o corpo possa ser identificado pela digital e, finalmente, liberado – conta.

Burocracia e atraso

No processo para reconhecimento dos corpos das vítimas dos desabamentos na comunidade da Muzema, as famílias esbarram com a burocracia no Instituto Médico Legal. Com a tragédia, documentos foram perdidos e é preciso a apresentação destes para que seja liberada a entrada para o reconhecimento dos corpos.

– Eu preciso que as segundas vias dos documentos sejam liberadas o mais rápido possível. A sorte é que a família da Bahia da Zenilda tinha uma cópia dos documentos e já conseguimos a liberação. Mas do Juan, todos os papeis foram perdidos nos escombros – diz Rosiane Pereira dos Santos, amiga de Zenilda Bispo Amorim e Juan Amorim Rodrigues, mortos na tragédia.

Fonte: Extra

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.