Prejudicados por barragem, pescadores protestam contra a Renova em Linhares

 Eles querem ser indenizados pela falta de peixes na Lagoa Juparanã

Um grupo de pescadores fez um protesto na manhã desta quarta-feira (27) em frente ao escritório da Fundação Renova, no Centro de Linhares, cobrando indenização pelos prejuízos sofridos com o desastre ambiental do Rio Doce. A maioria é de pescadores artesanais da comunidade de Patrimônio da Lagoa, em Sooretama.

Eles alegam que a barragem construída para impedir que as águas do Rio Doce avançassem pelo Rio Pequeno está prejudicando a pesca na Lagoa Juparanã.  Abastecida principalmente pelo Rio São José, que nasce no extremo noroeste do Estado, a Juparanã tem como destino final o Rio Doce e o encontro dos dois mananciais naturalmente favorece o fluxo de peixes de um lado para o outro. Esse processo acabou interrompido por conta da barragem erguida pela mineradora Samarco.Prejudicados-por-barragem-pescadores-protestam-contra-a-Renova-em-Linhares-2

Com a diminuição no número de peixes na lagoa, os pescadores querem ser indenizados por não terem outra alternativa de renda. “Esse direito foi reconhecido no passado pela Samarco, mas agora a fundação Renova está se negando a pagar”, argumentou o presidente da Colônia de Pescadores de Linhares, Milton Jorge.

A assessoria de comunicação da Fundação Renova disse que já agendou reunião com representantes dos pescadores para esclarecer as dúvidas sobre o processo de indenização e entender as demandas do grupo.

 

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here