Primeira livraria só de autoras negras chega a São Paulo

Livraria Africanidades já conta com mais de 200 obras sobre cultura negra.

Infelizmente, o racismo ainda se manifesta de várias maneiras na sociedade. Mesmo depois de tantos anos, pessoas negras ainda precisam lutar por mais espaço e igualdade. Foi por isso que a bibliotecária Ketty Valencio, de 34 anos, criou a Livraria Africanidades, especializada somente em literatura de autoras negras.

A inauguração acontece no dia 9 de dezembro. (Lucas Hirai/Instagram//Primeira livraria só de autoras negras chega a São Paulo/Reprodução)

PUBLICIDADE

A ideia de Ketty é dar visibilidade para obras alternativas da literatura negra, especialmente as que ainda não são tão reconhecidas. Entre as estantes da livraria estão: feminismo, ficção, não ficção, poesia, religião, nacionais e ciências sociais. Tudo focado na cultura negra. Além disso, Ketty também percorre eventos e festivais literários.

A livraria começou na forma digital, mas agora também ganha espaço em uma loja física com um acervo de 200 títulos diferentes. A decoração temática apresenta os trabalhos das grafiteiras Gabi Bruce, Nene Surreal e Linoca. Com inauguração marcada para o dia 09/12, a sede chamada Lá do Mato fica em Perdizes (Rua Aimberê, 1.158).

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here