Produção de petróleo em terra deve dobrar nos próximos 10 anos

De acordo com a Findes, a produção nacional de petróleo em terra deve praticamente dobrar nos próximos 10 anos, passando dos atuais 269 barris por dia, em 2019, para 550 mil barris por dia em 2030, em investimentos estimados em US$ 1 bilhão por ano ao longo desses próximos anos.

Foto: Reprodução

O consultor da Vitadigital Antonio Batista, presente ao encontro, destacou os itens mais demandados no setor: manutenção e montagem de equipamentos, caldeiraria e usinagem, manutenção industrial, jateamento e pintura, sistemas de refrigeração e isolamento térmico, serviços de comunicação e manutenção em unidades de vapor, entre outros.

O gerente comercial da Subtec, Allan Siqueira, falou da necessidade de as empresas se capacitarem e terem interlocutores que dominem o inglês, para se inserirem efetivamente na cadeia nacional e internacional de petróleo.

Vice-presidente da RedePetro ES, Rafaele Cé destacou a importância do encontro para a aproximação entre fornecedores potenciais e as empresas contratantes: “Nós trouxemos diversas empresas que já têm contratos com a Petrobras e ajudamos a estabelecer contatos com diversos fornecedores. Tem uma empresa por exemplo que faz solda, nós a apresentamos para uma empresa que produz eletrodos. Como empresário, é importante a gente participar para acompanhar o movimento do mercado”.

Leia também:   Após BB, Petrobras também anuncia que aposentado será desligado

Alvimar Pinto, vice-presidente da Câmara Portuguesa de Negócios no Espírito Santo, disse que há muitas empresas de Portugal interessadas em investir no Estado: “Nós ajudamos a fazer a ligação do Espírito Santo com Portugal e muitas empresas de lá têm interesse em investir em petróleo e gás aqui”.

Também estiveram presentes ao encontro representantes da Secretaria de Desenvolvimento do Estado, prefeituras de Linhares e São Mateus, Sebrae e Conder, Conselho de Desenvolvimento Regional da Findes.

O próximo encontro de negócios acontece nesta sexta-feira (24), em Anchieta. O foco é a retomada da Samarco, prevista para o segundo semestre deste ano.

Fonte: TC

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here