Recebem alta do hospital as vítimas atropeladas por médica baleada

Tiveram alta do Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio, as duas pessoas atropeladas pela médica Danielle Vivian Lasmar de Almeida, que perdeu o controle de seu veículo ao ser baleada em uma tentativa de assalto no Maracanã, Zona Norte do Rio. Ribamar Ferreira, de 58 anos, e um jovem de 16 anos — que não teve seu nome identificado — deixaram o local para onde foram levados após o ocorrido, ainda na sexta-feira.

Ribamar trabalha como segurança do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet) na Rua General Canabarro, ponto até onde Danielle conseguiu conduzir seu veículo antes de perder o controle e subir na calçada. O menor de idade era estudante do local. Outra pessoa também se envolveu no acidente e foi socorrida no local pelos bombeiros sem ter ferimentos graves.

Danielle não resistiu aos ferimentos que levou ao ser atingida por tiros quando passava pela Rua Morais e Silva, esquina com Rua Ibituruna. Seu corpo será cremado na manhã de domingo no Crematório do Caju. A polícia investiga se o roubo de um carro, ocorrido próximo ao horário e local em que a médica foi baleada, está conectado com o caso.

Fonte: Extra

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here