Servidor preso por desviar R$ 2 milhões do INSS no ES

Era lotado na agência de Afonso Cláudio, região serrana do Estado, está preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Viana

Um servidor do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), lotado na agência de Afonso Cláudio, região serrana do Estado, está preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Viana II, acusado de desviar R$ 2,03 milhões do órgão.

A denúncia foi oferecida no último dia 19, pelo Ministério Público Federal no Estado (MPF-ES), por meio do procurador da República Alexandre Senra. Os nomes dos envolvidos no caso não foram informados pelo MPF.

Segundo o documento, entre setembro de 2016 e julho deste ano, o acusado inseriu, no sistema da autarquia, 21 requerimentos de pensão por morte, de pessoas que haviam morrido entre 2007 e 2011, com o objetivo de obter vantagens indevidas.

Para isso, usava as seguintes informações falsas: tendo como único beneficiário, sempre na condição de filho menor, seu próprio sobrinho, filho de sua irmã; e colocando seu próprio nome como tutor do sobrinho “beneficiário”.

Com o golpe, o denunciado teria obtido, por meio dos pagamentos de benefícios, um montante de R$ 2.038.796,87. Ele vai responder pelo crime de “Inserção de dados falsos em sistema de informações” (artigo 313-A), que prevê prisão de dois a 12 anos e pagamento de multa.

Segundo o MPF, o denunciado ainda está preso — na última terça-feira, foi manifestada a manutenção da prisão. O envolvimento da irmã ainda está sendo investigado. Já o sobrinho é incapaz e, logo, não responde penalmente.

Fonte:Folha do Es.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here