Sindicato no interior de SP teme fechamento de campo de provas da Ford

Trabalhadores ligados ao campo de provas da Ford em Tatuí (a 146 km de São Paulo) iniciaram nesta semana uma greve em que, além de demissões, temem o fechamento da própria unidade da montadora.

Surgido em 1978, o campo de provas tem atualmente 270 funcionários em todos os seus setores, de acordo com o sindicato dos metalúrgicos local. Desde a última segunda-feira (2), a categoria paralisou as atividades.

Segundo a entidade, a montadora pode, ainda, terceirizar suas atividades na cidade e, para isso, demitiria ao menos 28 funcionários nesta semana.

A Ford confirma que fará readequações em seu quadro. O caso foi parar no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), em Campinas.

O sindicato pede também o pagamento de benefícios aos trabalhadores que já foram demitidos, seguindo o modelo de PDV (Plano de Demissão Voluntária) de outras unidades. “Fizemos assembleia hoje [sexta], decidimos prosseguir com a greve. Ontem [quinta], houve audiência de conciliação no TRT, mas não houve entendimento. Estamos abertos para qualquer tipo de negociação, para amenizar as demissões ou para que os funcionários tenham acesso ao PDV”, afirmou o sindicalista Ronaldo José da Mota, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Tatuí.

Ele afirmou que a montadora apresentou na audiência um número de possíveis demitidos inferior à realidade. “Eram 28, como soubemos, aí lá apresentaram um número de 12. Mas manda 12 agora, 10 depois e, depois, mais um tanto. Fatiam para chegar ao número desejado”, disse.

Mota disse ainda temer pelo fechamento da unidade ou pela terceirização de seu campo de provas. “A atitude que estão tomando é para o fechamento. Isso não é oficial, mas é o que as atitudes mostram. Não vamos parar a greve.”

Por meio de sua assessoria de comunicação, a Ford confirmou que terá mudanças em seu quadro de empregados na cidade do interior de São Paulo.

“A Ford confirma que fará uma readequação em seu quadro de funcionários do campo de provas de Tatuí como parte do amplo processo de reestruturação organizacional feito pela montadora nos últimos meses”, diz o comunicado da montadora.

Fonte: Noticias ao Minuto

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here