STJ nega liberdade aos irmãos Joesley e Wesley Batista

Também nesta quinta-feira a Polícia Federal indiciou os irmãos Batista por e por manipulação do mercado

Joesley Batista

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou, nesta quinta-feira (21), pedido de liminar da defesa de Joesley e Wesley Batista, da JBS, para revogar a prisão preventiva dos empresários, decorrente da investigação sobre crimes contra o sistema financeiro. Neste pedido, os advogados disseram que irão recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O STJ também indeferiu um pedido dos irmãos Batista no qual a defesa alegava que a 6ª Vara Criminal de São Paulo teria violado a competência do STJ no inquérito que investiga se os empresários cometeram crime contra o sistema financeiro, já que estaria entre os investigados está uma juíza do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro, que tem foro privilegiado. No pedido, a defesa afirmava ainda que os dois estariam sofrendo constrangimento ilegal com a prisão.

Entretanto, para a ministra do STJ Nancy Andrighi, que indeferiu o pedido, como a 6ª Vara Criminal se restringiu a analisar a suposta prática do crime de (uso de informações privilegiadas para operação no mercado financeiro), crime que é imputado exclusivamente aos irmãos Batista, que não possuem foro privilegiado, não há usurpação de competência.

Também nesta quinta-feira a Polícia Federal indiciou os irmãos Batista por e por manipulação do mercado.

Fonte: Gazeta Online

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here