Supic cumpre mandado de prisão contra homem que deu mata-leão em advogada durante roubo

A equipe da Superintendência de Polícia Interestadual e de Capturas (Supic) prendeu, na última sexta-feira (15), um homem de 21 anos, acusado de roubo. Ele é réu no processo que tramita na 5ª Vara Criminal de Vitória e, em seu desfavor, havia um mandado de prisão preventiva em aberto.

O detido é acusado de roubar o celular de uma advogada, no dia 11 de agosto de 2020, em Jardim da Penha, Vitória. Na época, o crime teve grande repercussão devido à violência empregada. Para roubar o aparelho, o acusado aplicou um mata-leão na vítima, jogando-a no chão e fugindo em seguida. A ação foi registrada por câmeras de videomonitoramento.

A Delegacia de Polícia de Goiabeiras investigou o caso e, uma semana depois, localizou o suspeito, que foi conduzido à unidade e confessou o crime. Ao concluir o inquérito, o delegado representou pela prisão preventiva do investigado. A Justiça expediu o mandado de prisão, que foi cumprido na última sexta-feira (15).

“De posse da ordem de prisão, nossas equipes localizaram o acusado no bairro Ilha de Santa Maria, em Vitória, onde mora. Ele não ofereceu resistência. Foi encaminhado para a Delegacia Regional de Vitória e, após os procedimentos, para o Centro de Triagem de Viana”, relatou o titular da Superintendência de Polícia Interestadual e de Capturas, delegado Julio Cesar Oliveira Silva.

O acusado, agora, aguarda pelo julgamento do preso. Em seu histórico policial, consta, ainda, uma condenação por tráfico de drogas e outra por posse de entorpecente para consumo próprio, além de dois registros de atos infracionais, de quando ainda era menor de idade.

Fonte: Folha do ES

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here