Tragédia em Linhares: perícia particular no imóvel que morava pastor George é negada

Para que a perícia particular fosse realizada na casa onde os irmãos Kauã, de 6 anos, e Joaquim, de 3 anos, morreram carbonizados era necessária uma autorização da Polícia Civil

A casa que vivia os irmãos que morreram carbonizados não vai ter trabalhos de pericia, o pedido da pericia particular que havia sido protocolado em Linhares na DRL como já era esperado por todos, foi negado. Agora o advogado de defesa do pastor George Alves aguarda cauteloso a conclusão do inquérito policial, não foi falado se a defesa ira entrar com HC em favor do pastor que continua preso em Viana.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here