vereadores Max da Mata e Guto Lorenzoni estão com o mandato cassado

Ambos saíram da filiação dos partidos PDT e Progressistas, respectivamente, sem justa causa e fora do prazo previsto na legislação eleitoral, ambos responderão por infidelidade partidária
C.DR
A Procuradoria Regional Eleitoral no Espírito Santo (PRE/ES) entrou com duas ações no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) para cassar o mandato dos vereadores Max da Mata (PSDB), de Vitória, e Guto Lorenzoni (Rede Sustentabilidade), da Serra.
Ambos saíram da filiação dos partidos PDT e Progressistas, respectivamente, sem justa causa e fora do prazo previsto na legislação eleitoral.
No caso de Max da Mata (Processo 0600115-14.2018.6.08.0000). Quanto ao vereador Guto Lorenzoni (Processo 0600116-96.2018.6.08.0000)
Fonte Folha do ES.
Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here