Goleiro da Chapecoense é acusado de agredir ex-noiva em Minas Gerais

O atleta nega as acusações e a Chapecoense aguarda esclarecimentos

O goleiro Ivan, da Chapecoense, é suspeito de agredir a ex-noiva e roubar os celulares dela e de um outro rapaz na cidade de Espinosa, em Minas Gerais, na tarde de quarta-feira (13). O atleta não é procurado pela Polícia Militar, mas deve prestar esclarecimentos.

De acordo com o G1, o jogador queria certificar-se de uma relação amorosa entre os dois. Ele teria pedido liberação da Chapecoense para resolver problemas pessoais e foi até a cidade no Norte de Minas, onde tem família. O atleta era esperado na última terça-feira em Chapecó para retomar a rotina de treinamentos

A diretoria da Chapecoense deve se reunir com o goleiro para tratar do assunto. Segundo o G1, o jogador tinha bom comportamento e postura de liderança no vestiário.

Ivan estaria tentando retomar a relação com a ex, Laíse Gabriela Alves Fernandes. Em entrevista ao GloboEsporte, o jogador negou os incidentes.

O presidente da Chape, Plínio David de Nês Filho explicou que o clube aguarda a averiguação dos fatos para ter um posicionamento. “Infelizmente temos que responder a pergunta em um momento que estamos recebendo um atleta que é símbolo do futebol brasileiro e nos deparamos com uma situação que não esperávamos. Entretanto, a diretoria não vai se manifestar até os fatos serem esclarecidos, verem a veracidade dos fatos que constam na reportagem para depois nos manifestarmos”, afirmou. Com informações do Noticias ao Minuto.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.