Motorista de aplicativo é acusado de racismo após negar corrida em Jardim Camburi e acaba agredido por grupo

O caso aconteceu por volta das 22h da última quarta-feira, no bairro Jardim Camburi

Uma corrida de aplicativo recusada terminou em confusão na noite da última quarta-feira (9) em Jardim Camburi, Vitória. Segundo testemunhas, um rapaz que trabalha em uma sorveteria da região estava com a namorada na rua quando, por volta das 22h, resolveu solicitar uma corrida para ir embora.

No entanto, quando o motorista chegou e viu o casal, ele se recusou a fazer a corrida e foi embora. Os dois começaram a mandar mensagens para o homem e quando viram que ele havia parado o carro, resolveram tirar satisfações.

O rapaz disse à polícia que se sentiu vítima de racismo por ter a corrida cancelada e que o motorista não teria parado só porque ele é negro. Revoltado, o jovem deu um chute e arrancou o retrovisor do veículo.

O motorista seguiu para um posto da Polícia Militar que fica próximo ao local e lá foi orientado por militares a seguir para uma delegacia e registrar o boletim de ocorrência. No entanto, segundo a polícia, em vez de seguir a orientação, ele voltou ao local para procurar o retrovisor que havia sido arrancado. Quando chegou, encontrou o mesmo rapaz, acompanhado de cinco amigos.

Os dois voltaram a discutir, outro retrovisor foi arrancado e o motorista chegou a ser agredido pelo grupo. Assustados com a cena, os moradores acionaram a polícia militar.

O rapaz e um amigo dele foram presos em flagrante e encaminhados para o DPJ de Vitória. Lá, a dupla confessou que agrediu o motorista porque o jovem teria sido vítima de racismo. Em depoimento, o motorista afirmou apenas que recusou a corrida por achar o rapaz suspeito.

Ele foi encaminhado para um hospital da região e realizou exame de corpo e delito no Departamento Médico Legal.  Já o agressor, foi autuado por dano ao patrimônio, pagou fiança de R$ 1 mil e foi liberado. O amigo dele assinou apenas um termo circunstanciado.

Com informações da repórter da TV Vitória/Record TV, Nathalia Munhão. 

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.