7 coisas que você nunca soube sobre o primeiro natal

O Natal não é só lembrado como uma data para ganhar presentes, ou pelo papai noel. Na verdade, por trás dele existe um significado muito maior, principalmente para os cristãos. Dia 25 de Dezembro é comemorada a data de nascimento de Jesus Cristo de Nazaré, o próprio filho de Deus, segundo a crença cristã. Contudo, existem várias linhas de pensamentos que interpretam o nascimento de cristo de outra forma, utilizando da bíblia e conhecimentos históricos. Por exemplo, algumas pessoas acreditam que Jesus Cristo nasceu em uma data diferente, que ele não nasceu em uma manjedoura em um estábulo e que não haviam somente três reis magos. Algumas pessoas acreditam em uma história diferente.

Hoje a Fatos Desconhecidos ira explorar um pouco dessas idéias diferentes e mostrar que talvez o primeiro Natal da humanidade foi bem diferente do que acreditamos ter sido. Conhe

1 – O primeiro Natal não foi em Dezembro

Algumas pessoas acreditam que Jesus muito provavelmente não nasceu em dezembro. Porque elas acreditam nisso? Bom, na bíblia fala que na época de seu nascimento, pastores estariam vigiando seus rebanhos nos campos. O que acontece é que em Dezembro, Israel é muito frio. Dentro desse contexto, provavelmente as ovelhas estariam nos currais. Por isso muitos acreditam que Jesus nasceu em um Verão.

Registros do século II, por Clemente de Alexandria, indicam diversas datas diferentes de nascimento do Messias. Essas datas são 21 de março, 15 de Abril e 20 de maio. Existem várias teorias do porque o dia 25 de Dezembro foi associado ao Natal. Uma delas é porque coincide com o Festival Solar Romano e os cristãos da época teriam usado a data para difundir o cristianismo.

2 – A hospedagem não recusou Maria e José

Segundo algumas pessoas, muito improvavelmente houve uma hospedaria. A palavra na bíblia grega original utilizada é Kataluma, que quer dizer na verdade Quarto de Hospedes ou Quarto superior. Quando a bíblia foi traduzida para o inglês e outras línguas, foi entendida como estalagem… O que tem sentindo. Acontece que no Oriente Médio era muito comum pessoas terem um quarto superior para receber pessoas em suas casas. Era tradicional hospedar amigos e parentes nesses quartos e pessoas em necessidade.

O que algumas pessoas acreditam é que Maria e José na verdade encontraram familiares em Belém e pediram abrigo. Contudo, o quarto de hóspedes já estava ocupado, mas mesmo assim eles insistiram que ficassem. Então onde ela deu à luz? Muitos acreditam que não foi em um estábulo.

3 – Não necessariamente foi em estábulo

Na bíblia diz que Jesus nasceu em uma manjedoura, logo se assume que ele nasceu em um estábulo. Mesmo porque ele estava cercado de animais. Bom, algumas pessoas acreditam que não.

Naquela época muitas pessoas tinham manjedouras dentro de casa para manter animais domésticos seguros. Seria uma enorme desonra para a família deixar uma pessoa em necessidade, principalmente grávida, do lado de fora. Os quartos estavam cheios, logo provavelmente eles ofereceram a manjedoura.

4 – Provavelmente Jesus já era uma criança quando 3 reis magos o visitaram

Veja bem, na bíblia está escrito: “E, entrando na casa, acharam o menino com Maria, sua mãe…” e também na bíblia escrita do grego está escrito “Paga” que quer dizer criança e não bebê… Dá mesma forma que na nossa bíblia usa a palavra menino.

Quando Herodes manda matar as crianças, ele manda mantar crianças com 2 anos ou menos. Essas observações fazem muito leitores bíblicos acreditarem que os 3 reis magos teriam visitado Jesus 2 anos após o seu nascimento.

5 – Seriam somente Três Reis Magos?

Até o século VII o nome Gaspar, Melchior e Balthasar não estavam presentes na bíblia. A própria passagem não lista o número de magos, mas sim a quantidade de presentes. No cemitério dos Santos Pedro e Marcelino, há dois reais magos e no de Santo Domitilla há quatro. Em um vaso no Museu Kilcher existe uma ilustração com 8 reis magos.

6 – Seriam os Reis Magos… Reis?

A palavra que é usada para descrever esses homens que visitaram Jesus é “Magos”. Magos na Pérsia e Babilônia eram homens que estudavam astrologia, astronomia e encantamentos. Eles faziam parte do grupo sacerdotal dessas regiões.. Em outras palavras, eram homens cultos que estudavam as estrelas. O que faz sentido, já que eles identificaram no céu a vinda do Messias e foram até ele adorá-lo. Esses reis seriam na verdade os astrônomos de antigamente.

7 – Estrela de Belém

Acredita-se que a estrela de Belém era na verdade uma “estrela errante” (como diriam os antigos)… Em outras palavras, era um planeta. De forma mais específica, muitos acreditam que a Estrela de Belém foi na verdade uma conjunção planetária de Júpiter e a Estrela Regulus. Isso se deve ao fato de que planetas aparecem no céu em períodos específicos, uma conjunção de Júpiter e Regulus apareceu no dia de 25 de dezembro de 2 depois de Cristo segundo simulação de astrônomos. Não só isso, como Júpiter representava a realeza e o deus mais importante do panteão romano… Simbolismo perfeito para chamar atenção dos Sábios que foram adorar Jesus Cristo.

E aí, o que você achou dessa matéria? Você acredita nessas teorias ou não? Deixe sua opinião e até a próxima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here