A nova lei que regulariza o trabalho das pequenas agroindústrias capixabas, foi apresentada hoje (18) em Minas Gerais

3º Simpósio de Queijos Artesanais do Brasil é formada por cinco painéis: abordagens atuais; o queijo em Portugal; queijo é legal; políticas públicas e o queijo artesanal no Brasil e a alquimia do queijo

Imagem ilustrativa

 

Apresentar a nova lei que regulariza o trabalho das pequenas agroindústrias capixabas – assinada na última semana pelo governador Paulo Hartung – e mostrar a importância da inclusão socioeconômica desses produtores para o Espírito Santo.

Esses foram os objetivos principais da participação do diretor-presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), Júnior Abreu, no 3º Simpósio de Queijos Artesanais do Brasil, realizado em Belo Horizonte nesta sexta-feira (18).

Convidado para participar do evento, Abreu teve a oportunidade de explicar as maiores alterações na lei, que cria uma regulamentação específica para as agroindústrias de pequeno porte de produtos de origem animal, estimulando assim a venda desses produtos em todo território capixaba. A expectativa é que mais de 600 empreendimentos familiares sejam beneficiados com a nova lei.

“A participação no evento foi bastante significativa. Conseguimos mostrar para os participantes os avanços que estamos implementando com essa regulamentação, oferecendo assim mais oportunidades de crescimento e geração de renda para o produtor rural do Espírito Santo. Esta é uma iniciativa inovadora, que já começou a servir de referência para outros Estados”, explicou o diretor-presidente.

O gerente de Agroindústria do Idaf, Anderson Baptista, também apresentou os aspectos técnicos na nova legislação. “Pela nova proposta, a estrutura física terá um peso menor na aprovação do registro, sendo priorizadas as boas práticas de fabricação e a qualidade sanitária do produto final”, disse Baptista.

Programação

A programação do 3º Simpósio de Queijos Artesanais do Brasil é formada por cinco painéis: abordagens atuais; o queijo em Portugal; queijo é legal; políticas públicas e o queijo artesanal no Brasil e a alquimia do queijo.

O evento é organizado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais e Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais e pelo Sebrae-MG.

Fonte: Correio9.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here