Acusado de estelionato comprava carros de luxo usando cheques roubados

Por Bárbara Caldeiras

Mais um caso de golpe foi descoberto pela Delegacia de Defraudações e Falsificações. Dessa vez o estelionatário comprava carros de luxo com cheques furtados e oferecia valores que eram bem acima do mercado de veículos usados e seminovos.

O suspeito de estelionato e receptação, Thiago  de Souza Ataide Branz, de 36 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (07), quando tentava fazer uma nova negociação.

De acordo com a polícia, Thiago se apresentava como revendedor de carros, que supostamente comprava os veículos com o valor atualizado da tabela FIPE. Á polícia ele disse que os cheques eram emprestados por um amigo.

A Polícia tomou conhecimento do caso após uma vítima ao descobrir que os cheques utilizados pelo acusado na compra do veículo, haviam sido furtados. Desde fevereiro, quando iniciaram as negociações, o vendedor do carro desconfiava de Thiago, que não queria falar o nome do comprador e demorava em apresentar os documentos para a compra do veículo Touareg.

coletiva1Assim que teve acesso aos cheques, que eram pré-datados, na última terça-feira (06) a vítima buscou entrar em contato com o dono dos cheques que informou o furto dos mesmos. Através da própria vítima, a polícia foi informada que haveria uma nova negociação no bairro Praia do Canto, em Vitória, onde Thiago foi preso em flagrante.

Ainda não se sabe se Thiago tem envolvimento no furto dos cheques pois, o boletim de ocorrência foi registrado pela transportadora do Banco Santander, da qual ocorreu o roubo dos malotes. Com Thiago foram apreendidos quatro cheques, que juntos somam um valor de R$ 105 mil.

A delegada titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações Rhaiana Bremenkamp, alerta as pessoas para esse tipo de golpe. “O que nos chamou atenção é que o Thiago informava que conseguia qualquer tipo de veículo de luxo e que comprava a um preço superior a um preço de tabela que nenhum comerciante compra. Então as pessoas devem ficar atentas a esse tipo de proposta. Desconfie verifique os cheques, e qualquer problema denuncie a polícia” avisa à delegada.

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here