Acusado de matar a ex-mulher no Sul do Estado é preso no Rio de Janeiro

Suspeito, conhecido como “Dom Rato”, foi preso após estar foragido

Adriana foi morta no meio da rua. Foto: Arquivo Pessoal

Uma operação conjunta realizada entre as Polícias Civil do Espírito Santo e do Rio de Janeiro prendeu, na capital fluminense, um homem acusado de ter assassinado a própria esposa em Cachoeiro de Itapemirim, cidade localizada ao Sul do Espírito Santo. Átila Moraes Barbosa, conhecido como “Dom Rato” é suspeito de ter matado a ex-mulher Adriana Ornellas Carvalho, em outubro de 2017. Desde então ele estava foragido.

Dom Rato foi preso por agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da PCES e do Núcleo de Inteligência da 7ª regional de Cachoeiro de Itapemirim, na noite de quinta-feira.

Ele é acusado de ter atropleado e agredido a ex-mulher, Adriana, no dia 23 de outubro do ano passado. A vítima tinha 32 anos e doi atingida por um carro enquanto pilotava sua moto. Após o acidente, Átila teria descido do carro e agredido a ex-mulher, antes de fugir. Desde então, ele estava foragido.

Populares ficaram chocados com o crime cometido no meio da rua. Foto: A Tribuna
Populares ficaram chocados com o crime cometido no meio da rua. Foto: A Tribuna

 

Continua depois da Publicidade:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here